Justiça determina o cancelamento do concurso da Polícia Civil de Roraima

O juiz Luiz Alberto de Moraes Júnior da 2ª Vara da fazenda Pública reconsiderou nesta quarta-feira (13) a liminar que matinha o concurso da Polícia Civil de Roraima em andamento, e acatou o pedido do governo para cancelar o concurso com provas previstas para esse fim de semana em Boa Vista.

A decisão foi proferida após o governo do estado recorrer da liminar que obrigada a realização das provas e pedir à justiça o cancelamento do concurso. O juiz deu o prazo sucessivo de 15 dias para o governo e o Ministério Público, que pediu a manutenção das provas, se manifestarem.

Na decisão, o juiz avaliou as alegações do governo que anunciou o cancelamento de concursos e adiou o início das aulas por conta da crise financeira do estado no dia 2 de fevereiro e avaliou que “a manutenção das provas do concurso da Polícia Civil confere risco de dando irreparável ou de difícil reparação que nitidamente afeta o interesse público”.

O estado de Roraima enfrenta crise financeira, extrapolou o gasto com pessoal previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal e alega que não há recursos e nem previsão orçamentária para realizar concursos.

Edital de convocação dos candidatos

Ainda nesta quarta-feira (13), a empresa contratada para realização do certame, Fundação Vunesp, publicou o edital de convocação dos candidatos inscritos para comparecerem aos locais de provas do Concurso PC-RR obedecendo a decisão judicial do Tribunal de Justiça do Estado de Roraima (TJ-RR), em resposta ao anúncio do governo do estado, feito no dia 2 de fevereiro, para cancelar o certame e cortar os gastos em meio à crise financeira que o estado atravessa.

Concurso PC-RR: As provas para o concurso público da Polícia Civil de Roraima com oferta de 330 vagas estavam previstas para acontecerem nesse fim de semana, nos dias 16 e 17 de fevereiro de 2019.

Deixe uma resposta