Mês: março 2019

Concurso TJ-AM terá edital até junho para os cargos de assistente e analista

O edital do concurso do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) será publicado ainda no primeiro semestre. O prazo foi passado pelo membro da Comissão Temporária de Atos Preparatórios para Concurso Público de Servidores do TJ-AM, juiz Alexandre Novaes.

A expectativa é que os aprovados comecem a atuar em 2020. De acordo com o Juiz, que confirma a realização do concurso TJ-AM, a seleção será apenas para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

A declaração do magistrado desmente os indícios de que o cargo de auxiliar judiciário (nível fundamental) também seria contemplado no concurso. Segundo Alexandre Novaes, o maior número de vagas será para nível médio, sobretudo para a capital Manaus.

“O maior número de vagas é para o nível médio. Há uma grande demanda, sobretudo, no primeiro grau nas varas e juizados, que é realmente onde há uma carência maior, porque é direcionado um maior número de processos”, informou o juiz.

Embora o presidente do TJ-AM, Yedo Simões, tenha informado que a oferta do concurso seria em torno de 200 vagas, o membro da comissão afirmou que isso dependerá das aposentadorias de servidores.

“O processo de contagem está sendo feito em paralelo à contração da banca. E o concurso vai oferecer o número de vagas e mais cadastro de reserva”, informou o magistrado.

Em nota, a Assessoria de Imprensa do Tribunal, informou que a comissão responsável pelo concurso TJ-AM ainda está trabalhando nos estudos prévios para o edital. A data para a publicação do documento ainda não foi fechada.

“A comissão de Atos Preparatórios do referido concurso público ainda prossegue os estudos prévios, sem previsão oficial, ainda, para a divulgação do edital do certame”.

TJ-AM tem 367 cargos vagos para o concurso

Até fevereiro de 2019, o TJ-AM acumulou 367 cargos vagos, que poderão ser preenchidos com aprovados no novo concurso. Desse total, 201 são de Assistente Judiciários (nível médio) e 166 de Analistas Judiciários (nível superior). Não foram divulgados os cargos vagos para Auxiliar Judiciário (nível fundamental).

Os dados ainda podem crescer em caso de aposentadorias, mortes ou exonerações de atuais servidores. Em entrevista coletiva realizada em novembro de 2018, o presidente Yedo Simões explicou que o ideal para o novo concurso seria abrir 400 vagas.

O Tribunal de Justiça do Amazonas, no entanto, está em processo de análise do impacto dos novos servidores nas contas públicas.

“Nossos funcionários têm um salário alto em relação ao restante do país, em função do nosso plano de cargos e salários, e estamos tentando contornar isso. O ideal seriam 400 vagas. O problema é que o tribunal não comporta essas vagas com os salários que temos hoje”, justificou.

Segundo o presidente do tribunal, a intenção é que as nomeações de aprovados sejam imediatas. Para que o edital seja divulgado, o órgão ainda precisa escolher a banca organizadora. O concurso TJ-AM é prometido por Yedo Simões desde o início de sua gestão, em julho de 2018.

Intensifique os seus estudos!

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Governo do Amazonas mantém comissão para concursos na área da Segurança Pública

O Governo do Amazonas decidiu manter as comissões de organização dos concursos públicos das polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas. De acordo com Decreto nº 40.375, da edição de 07 de março, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), altera dois dos cinco membros da comissão para dar continuidade ao concurso.

As comissões geral e especiais foram criadas pelo Decreto nº 38.923, de 27 de abril de 2018, pelo ex-governador do Estado. Os membros da Comissão Geral são responsáveis por definir o cronograma para realização dos certames e a constituição das bancas dos concursos.

Em setembro de 2018, por meio do Decreto nº 39.660, de 20 de setembro de 2018, foi definida a quantidade de vagas a serem preenchidas mediante a realização de concurso público, na área da Segurança Pública.

Ao todo, estão previstas 1.333 vagas para 15 cargos na área da segurança pública, distribuídas entre as polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, além de formação de cadastro de reserva.

Para a Polícia Civil do Amazonas, o concurso prevê vagas para os cargos de Delegado (62 vagas), Investigador (200), Escrivão (98), Perito Criminal (27), Perito Legista (8), Perito Odontolegista (3), Auxiliar Perito (16) e Padioleiro (10), totalizando 424 vagas.

O Corpo de Bombeiros prevê um total de 228 vagas. As oportunidades são para os cargos de Oficial (30) e Soldado (198).

Já para o concurso da Polícia Militar prevê o maior número de vagas. As vagas são para os cargos de Oficial Combatente (20), Oficial de Saúde (20), Cabo especialista Músico (20), Cabo especialista de Saúde (20) e Soldado combatente (601).

Polícia Civil do Amazonas tem maior remuneração do Brasil

Com uma das maiores remunerações do país e, certamente, um dos concursos mais aguardados, o concurso PC-AM contará com oportunidades para diversos cargos e com salários bastantes atrativos, entre eles estão os cargos de Delegado, Investigador e Escrivão de Polícia.

Embora, já se tenha definida a quantidade de vagas para realização do concurso, o quantitativo não supre o déficit de servidores.

Os cargos mais deficitários são os de Investigador e Escrivão de Polícia, além do cargo de Delegado, que de acordo com o Decreto nº 39.660/2018, prevê 200 vagas para o cargo de Investigador, 98 para Escrivão e 62 para Delegado. Ainda não foi divulgado os dados exatos, porém o quantitativo pode agravar com o número de servidores aposentados em 2018.

Os cargos de Investigador e Escrivão, respectivamente, possuem remuneração inicial de R$ 7.205,10.

Confira os valores por classe para as carreiras de Investigador e Escrivão:

Investigador e Escrivão – Esp.: R$ 10.700,10

  • Primeira Classe: R$ 9.819,15
  • Segunda Classe: R$ 8.935,33
  • Terceira Classe: R$ 8.033,35
  • Quarta Classe: R$ 7.205,10

Para concorrer a qualquer um dos dois cargos é necessário que o candidato tenha concluído o curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.

Já o cargo de Delegado possui uma remuneração inicial de R$ 16.237,85 podendo chegar em R$ 20.556,00 com acréscimo de 25% para os candidatos com pós-graduação. Para concorrer ao cargo não há exigência de prática jurídica de 3 anos. Os interessados devem possuir curso de bacharelado em Direito, além de carteira de habilitação categoria B ou superior.

 Valores por classe para a carreira de Delegado:

Delegado – Esp.: R$ 24.752,83

  • Primeira Classe: R$ 22.277,54
  • Segunda Classe: R$ 20.049,76
  • Terceira Classe: R$ 18.044,80
  • Quarta Classe: R$ 16.237,85

Além da remuneração, as carreiras contam com acréscimo de 25% para portadores de diplomas de Pós-graduação.

PRF: corporação estuda pedido de novo concurso para 2019

A Polícia Rodoviária Federal já trabalha na elaboração de um novo pedido de concurso para policiais. A informação foi confirmada na última terça-feira, 12, pela Assessoria de Imprensa da Corporação.

Segundo a PRF, o pedido já começou a ser elaborado, mas ainda não há uma previsão de quando será enviado ao governo para análise.

A corporação informou que já está confirmado que enviará um novo pedido de concurso em 2019. No entanto, ainda não há estimativa de quantas vagas serão solicitadas.

O último concurso PRF 2018/2019, com provas realizadas em fevereiro deste ano, oferta 500 vagas para a carreira de policial rodoviário federal. O cargo exige nível superior em qualquer área de formação e tem remuneração inicial de R$ 10.357 e auxílio-alimentação de R$ 458. Podem concorrer homens e mulheres de 18 a 65 anos de idade. A PRF exige que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Último concurso PRF teve quase de 130 mil inscritos

Com 129.152 cadastros homologados, os candidatos ao concurso PRF 2018/2019 tiveram que responder 120 questões e elaborar uma redação dissertativa.

As questões foram divididas em blocos em três blocos. Cada bloco foi composto pelas seguintes disciplinas:

  • Bloco I (50 questões): Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Noções de Física, Ética no Serviço Público, Geopolítica Brasileira, História da PRF;
  • Bloco II (40 questões): Legislação de Trânsito; e,
  • Bloco III (30 questões): Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal.

As provas seguirão o modelo Cebraspe, o organizador do certame, onde os candidatos julgavam como ‘certas’ ou ‘erradas’ as sentenças. Uma questão errada anula os pontos de uma certa.

Os aprovados na primeira etapa passarão, ainda, por exame de capacidade física; avaliação de saúde; avaliação psicológica; avaliação de títulos; investigação social e curso de formação.

Concurso TJ-AM: confirmado concurso público para nível médio e superior em 2019

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) confirmou nesta quarta-feira, 13, que haverá concurso em 2019. O órgão prevê vagas para o ensino médio e superior. A informação foi divulgada pelo membro da Comissão Temporária de Atos Preparatórios para Concurso Público de Servidores do TJ-AM, juiz Alexandre Novaes.

O edital será lançando até o final do primeiro semestre deste ano. A previsão é que os aprovados do certame atuem em 2020. Em relação ao número de vagas, as especialidades que serão contempladas pelo edital e a banca organizadora que será responsável pelo concurso ainda não foram definidos. A Comissão Organizadora está realizando o estudo para identificar as áreas com cargos vagos. A previsão é que ocorra em até 30 dias.

Segundo o juiz Alexandre Novaes, o maior número de vagas está previsto para o cargo de nível médio.

“O maior número de vagas é para o nível médio. Há uma grande demanda, sobretudo, no primeiro grau nas varas e juizados, que é realmente onde há uma carência maior, porque é direcionado um maior número de processos. Então, a carência hoje no Tribunal é de conseguir a lotação de servidores para atuar nas varas e juizados, principalmente, na capital. Temos uma necessidade no interior do Estado, mas houve concursos anteriores que foram regionalizados para provimentos de vagas por sub-região”, informou o juiz.

Para que o órgão possa quantificar as vagas a serem oferecidas pelo concurso é necessário seguir o que está previsto na lei e depende da aposentadoria de servidores. “O processo de contagem está sendo feito em paralelo à contratação da banca. E o concurso vai oferecer o número de vagas e mais o cadastro de reserva”, relatou o magistrado.

O concurso TJ-AM será exclusivo para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior). A remuneração base para o cargo de Assistente Judiciário é de R$ 4.588,34 e para Analista Judiciário é de R$ 8.936,96, além disso, inclui o auxílio saúde no valor de R$ 390,85 e auxílio alimentação de R$ 1.669,38.

A Comissão é composta pelo desembargador Yedo Simões (juiz coordenador), Alexandre Henrique Novaes de Araújo (juiz auxiliar da Presidência do TJ-AM), Messias Augusto Lima Belchior Andrade (coordenador administrativo/secretário-geral administrativo do TJ-AM), Cintia Kazuko (servidor), Mauro Saraiva (servidor), Eduardo Martins (servidor), Wiulla Garcia (servidor), Hernan Batalha (servidor) e Camila Leite (servidor).

TJ-AM tem pelo menos 500 cargos vagos

Em setembro de 2018, o Tribunal de Justiça do Amazonas divulgou a última planilha de cargos vagos. De acordo com o levantamento, a atual carência do Tribunal é de 500 servidores, sendo 150 para Auxiliar Judiciário (nível fundamental), 193 para Assistente Técnico Judiciário (nível médio) e 157 para Analista Judiciário (nível superior).

Intensifique os seus estudos!

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso IDAM: mais de 144 mil inscritos e novo cronograma é divulgado

Com total de 144.383 mil inscrições homologadas, o concurso público do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável no Estado do Amazonas (Idam) que oferta 227 vagas, por meio do organizador do certame, Instituto IBFC, divulga novo cronograma para realização das provas.

De acordo com a nova retificação publicada no site do Instituto IBFC, considerando a quantidade de inscritos excedentes à oferta de lugares adequados existentes para a realização das provas em algumas cidades, se fez necessário algumas alterações, conforme a seguir:

Novo cronograma de provas – Concurso Idam

Próximas etapas do concurso

Conforme as etapas do certame, no dia 15 de março serão divulgados no site do Instituto IBFC os locais de provas para todos os candidatos. As provas objetiva e discursiva para os cargos de nível médio e superior serão aplicadas no dia 31 de março. Já para os candidatos de nível fundamental será aplicada no dia 07 de abril.

As provas serão aplicadas nas cidades de Manaus, Humaitá, Tefé, Tabatinga, Eirunepé, Parintins e São Gabriel da Cachoeira. E, também, serão realizadas na cidade de Porto Velho/RO para os candidatos que escolheram inicialmente a cidade de prova Humaitá e moram no Estado de Rondônia, conforme endereço de residência informado no ato da inscrição.

No dia 01 de abril será divulgado o gabarito da prova objetiva para os cargos de nível médio e superior. Já no dia 08 de abril será divulgado o gabarito da prova objetiva para os cargos de nível fundamental. A publicação do resultado preliminar da prova objetiva será no dia 30 de abril.

Sobre as vagas e salários

O concurso Idam oferece 227 vagas e estão distribuídas entre os cargos de Engenheiro (59); Médico Veterinário (9); Assistente Social (5); Técnico de Nível Superior (7); Técnico em agropecuária (93); Técnico Extensionista Social (10); Assistente Técnico (27), Motorista (12) e Motorista Fluvial (5), além de formação de cadastro de reserva.

A carga horária de trabalho é de 40 horas semanais. Para os cargos de nível superior as remunerações variam de R$ 5.632,23 a R$ 6.570,95. Já para os cargos de nível médio variam de R$ 3.379,35 a R$ 3.942,57. E para os cargos de nível fundamental, a remuneração é de R$ 2.202,20.

Estude com os melhores!

Confira aqui curso online completo para o Concurso IDAM:

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.