PRF: corporação estuda pedido de novo concurso para 2019

A Polícia Rodoviária Federal já trabalha na elaboração de um novo pedido de concurso para policiais. A informação foi confirmada na última terça-feira, 12, pela Assessoria de Imprensa da Corporação.

Segundo a PRF, o pedido já começou a ser elaborado, mas ainda não há uma previsão de quando será enviado ao governo para análise.

A corporação informou que já está confirmado que enviará um novo pedido de concurso em 2019. No entanto, ainda não há estimativa de quantas vagas serão solicitadas.

O último concurso PRF 2018/2019, com provas realizadas em fevereiro deste ano, oferta 500 vagas para a carreira de policial rodoviário federal. O cargo exige nível superior em qualquer área de formação e tem remuneração inicial de R$ 10.357 e auxílio-alimentação de R$ 458. Podem concorrer homens e mulheres de 18 a 65 anos de idade. A PRF exige que o candidato tenha carteira de habilitação, na categoria B ou superior.

Último concurso PRF teve quase de 130 mil inscritos

Com 129.152 cadastros homologados, os candidatos ao concurso PRF 2018/2019 tiveram que responder 120 questões e elaborar uma redação dissertativa.

As questões foram divididas em blocos em três blocos. Cada bloco foi composto pelas seguintes disciplinas:

  • Bloco I (50 questões): Português, Raciocínio Lógico-Matemático, Noções de Física, Ética no Serviço Público, Geopolítica Brasileira, História da PRF;
  • Bloco II (40 questões): Legislação de Trânsito; e,
  • Bloco III (30 questões): Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal.

As provas seguirão o modelo Cebraspe, o organizador do certame, onde os candidatos julgavam como ‘certas’ ou ‘erradas’ as sentenças. Uma questão errada anula os pontos de uma certa.

Os aprovados na primeira etapa passarão, ainda, por exame de capacidade física; avaliação de saúde; avaliação psicológica; avaliação de títulos; investigação social e curso de formação.

Deixe uma resposta