TRE-PARÁ: Edital até 14/11

Tribunal Regional do Pará (TRE-PA) confirmou que o edital do concurso TRE-PA será publicado até o próximo dia 14 de Novembro. A informação foi confirmada pelo presidente da comissão organizadora do concurso, Rodrigo Augusto.

O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) será responsável por receber inscrições e aplicar as provas para o concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) já definiu a organizadora do concurso TRE-PA que ofertará vagas para técnicos e analistas. O passo seguinte será a assinatura do contrato entre a organizadora e o TRE-PA.

A remuneração, um dos principais atrativos do concurso TRE-PA, para técnicos, é de R$8.501,45, para analistas, o salário é de R$13.365,38. Além disso, os servidores ainda terão direito ao benefício de assistência pré-escolar por dependente de até cinco anos, no valor de R$712,62.

Para concorrer às vagas de analista da área judiciária é preciso ter graduação em Direito. Para analistas sem especialidades são aceitas graduações em qualquer curso. As demais também exigem o nível superior, em suas respectivas áreas.

Os interessados no concurso TRE-PA, tem mais motivos para comemorar. O tribunal costuma ter um bom aproveitamento do cadastro de reserva. Inclusive, o projeto básico da seleção já apresenta uma previsão da quantidade de aprovados em cadastro no concurso de 2019. 

Serão, pelo menos, 500 vagas para cadastro. Esses profissionais poderão ser convocados ao longo do período de validade do concurso, que será de dois anos, prorrogáveis por igual período. Confira:

  • Para o cargo de técnico judiciário – área administrativa (sem especialidade): 200 aprovados
  • Para os demais cargos de técnico judiciário: 50 aprovados
  • Para os cargos de analista judiciário – área judiciária (sem especialidade): 200 aprovados
  • Para os demais cargos de analista judiciário: 50 aprovados

Os empatados na última posição serão incluídos na lista, de modo que o número de vagas para cadastro ainda pode aumentar. Outro fator que eleva as expectativas é que em 2020 é ano eleitoral e a intenção do tribunal é, justamente, reforçar seu quadro de pessoal para essa época.

Os concorrentes serão submetidos à realização de uma prova objetiva, que terá caráter eliminatório e classificatório.

A avaliação será composta por 80 questões. Desse total, 40 serão de disciplinas de Conhecimentos Gerais e outras 40 de Conhecimentos Específicos.

A prova de Conhecimentos Gerais serão cobrados itens de Gramática e Interpretação de Texto da Língua Portuguesa; Noções de Informática; Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais; e Regimento Interno do Tribunal. Já as questões de Conhecimentos Específicos vão variar de acordo com o cargo.

Os concorrentes terão quatro horas para responder às questões. As avaliações serão aplicadas em dois turnos. De manhã o exame será realizado pelos candidatos às vagas de analista e à tarde para técnicos.

As questões de Conhecimentos Gerais terão peso um e as de Conhecimentos Específicos peso três. Para garantir a aprovação, os candidatos deverão alcançar um mínimo de 60% das questões de cada uma das disciplinas.

Para o cargo de analista, em todas as especialidades, também haverá uma prova de redação. A avaliação cobrará conteúdos relacionados às disciplinas de Conhecimentos Específicos listados no edital e terá peso dois. O exame será realizado na mesma data e turno da prova objetiva.

Em 2013, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará realizou um concurso, também com oito vagas. Além das oportunidades imediatas foram oferecidas chances para formação de cadastro de reserva.

O presidente da comissão do concurso de 2019, Rodrigo Augusto, citou a chamada de aprovados da seleção de 2013 ao afirmar que é prática comum do tribunal aproveitar o cadastro.

“São poucas vagas no início, mas é importante destacar que a rotatividade desses cargos costuma ser grande, tanto que no último concurso oferecemos poucas vagas, mas no decorrer no período de validade dele chegamos a chamar em torno de 40 candidatos do cargo de analista e quase 80 do cargo de técnico judiciário”, relembrou Rodrigo.

Sabendo disso, você precisa urgentemente intensificar os seus estudos.

Preparamos um e-book com +400 questões comentadas em PDF, totalmente gratuito e ainda liberamos um acesso em nossa plataforma de aulas para você ir se preparando desde já.

Vamos juntos conquistar sua aprovação do Tribunal Regional Eleitoral do Pará?

Cadastre-se abaixo e baixe agora mesmo seu e-book. Informações sobre o curso gratuito nós vamos te informar por e-mail.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: