Tag: AMAZONAS

TJ-AM vai exonerar servidores não concursados e abrir vagas em certame

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Yedo Simões, afirmou que na atual gestão os servidores não concursados serão exonerados para dar lugar aos que vão participar do novo concurso, previsto para este ano. A declaração foi dada no dia 30 de maio, após o anúncio da banca organizadora do concurso público.

Durante as informações técnicas sobre o certame, o desembargador também anunciou que o edital do concurso será divulgado em 15 dias, a contar da data do anúncio da banca, e que serão oferecidas 160 vagas em diversas comarcas do TJ-AM.

“Esse concurso será autofinanciado pelo Tribunal de Justiça. Com isso, pretendemos minimizar os custos. Esperamos com mais brevidade possível realizar as provas”, destacou Yedo Simões.

O Centro brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE) será a banca organizadora do próximo concurso público do Tribunal de Justiça do Amazonas.

Sobre o Concurso TJ-AM

O Concurso TJ-AM abrangerá capital e interior com oferta de 160 vagas imediatas, sendo elas: 140 para o cargo de Assistente Judiciário (nível médio) e 20 para Analista Judiciário (nível superior).

Além destas, será formado cadastro de reserva com 480 aprovados para futuras contratações, conforme necessidade e conveniência orçamentária do Tribunal.

Das 140 vagas para o cargo de Assistente Judiciário (nível médio) 127 serão designadas para atuação na Comarca de Manaus e 13 vagas para atuação no interior, sendo  7 vagas para a sub-região do alto Solimões (abrangendo as Comarcas de Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Amaturá) e 6 vagas para a Sub-Região do Baixo Amazonas (abrangendo as Comarcas de Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, São Sebastião do Uatumã e Urucará).

As 20 vagas para Analista Judiciário (nível superior) serão designadas, todas para atuação em Manaus.

Na Capital Manaus, as 127 vagas para Assistente Judiciário (nível médio) serão para as funções: Sem especialidade (100 vagas); Programador (10 vagas); Suporte ao Usuário de Informática (15 vagas) e Técnico de Segurança do Trabalho (2 vagas).

As 20 vagas para o cargo de Analista Judiciário (nível superior) serão para as funções de: Analista de Sistemas (5 vagas); Arquivologia (1 vaga), Biblioteconomia (1 vaga); Contabilidade (3 vagas); Direito (2 vagas); Engenharia Civil (2 vagas); Estatística (1 vaga); Médico do Trabalho (1 vaga); Psicologia (2 vagas) e serviço Social (2 vagas).

Já para o Interior do Estado, das 7 vagas para a Sub-Região do Alto Solimões, 6 foram estipuladas ao cargo de Assistente Judiciário Geral e 1 vaga para Suporte ao Usuário de Informática.

Para a Sub-Região do Baixo Amazonas, das 6 vagas, 5 foram estipuladas para Assistente Judiciário Geral e 1 para Suporte ao Usuário de Informática.

Etapas e valores das taxas

O Concurso TJ-AM será organizado em duas etapas, sendo a primeira etapa consistindo em prova Objetiva, seletiva de itens do tipo ‘certo’ ou ‘errado’ e a segunda etapa consistindo em Avaliação de Títulos, de responsabilidade do CEBRASPE.

As provas, terão 100 itens para os cargos de nível médio e 120 para nível superior.

As taxas de inscrição para o Concurso TJ-AM serão R$ 90,00 para Assistente Judiciário (nível médio) e R$ 150,00 Analista Judiciário (nível superior).

Não foi divulgada a data das provas, porém serão realizadas em um único dia (domingo), em horários distintos, para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

Para o interior serão aplicadas conforme as Sub-Regiões: Alto Solimões – exclusivamente em Tabatinga e Baixo Amazonas – exclusivamente Parintins.

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

Intensifique os seus estudos!

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Ufam divulga editais de novo concurso para técnico-administrativos

Foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 29, dois editais para a carreira de técnico-administrativos da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). As oportunidades são para cargos de níveis médio, técnico e superior.

O primeiro edital traz 21 vagas para os níveis médio e técnico. As oportunidades para o nível médio são para as funções de Assistente em Administração (6 vagas) e Tradutor e Intérprete de Libras (1 vaga).

Já para técnicos as áreas contempladas são de Eletricidade (1 vaga), Laboratório/Biologia (1 vaga), Laboratório/Física (1 vaga), laboratório/Química (3 vagas), Informática (1 vaga), Técnico Industrial (1 vaga), Tecnologia da Informação (3 vagas), Contabilidade (1 vaga), Nutrição e Dietética (1vaga) e Eletromecânica (1 vaga).

A remuneração será de R$ 2.904,06 que corresponde ao vencimento básico mais o auxílio-alimentação. A lotação dos aprovados será feita nas unidades acadêmicas de Coari, Humaitá, Itacoatiara e Manaus.

O segundo edital oferta sete vagas para candidatos com nível superior completo. As carreiras contempladas são para Assistente Social, Médico Veterinário (I e II), Enfermeiro, Engenheiro Civil, Bibliotecário/documentalista e Arqueólogo.

A lotação dos aprovados será em Manaus, exceto para o cargo de Assistente Social que atuará em Itacoatiara. A remuneração é de R$ 4.638,66 incluindo o vencimento básico mais o auxílio-alimentação.

Os servidores ainda terão direito a outros benefícios: Percentual de incentivo à qualificação (para o que possuem escolaridade superior à exigência para ocupação do cargo); auxílio creche e pré-escolar de R$ 321,00 (para dependentes com idade inferior a seis anos); e, vale transporte conforme legislação vigente.

Período de inscrição inicia em junho

As inscrições para o Concurso UFAM terão início no dia 24 de junho e vão até 15 de julho. Os interessados podem se candidatar no site da Comissão Permanente de Concursos da Ufam (Comvest). A taxa de inscrição será de R$ 85,00 para os cargos de nível médio/técnico, e R$ 110 para nível superior.

As provas estão marcadas para o dia 15 de setembro, no período da manhã, e serão realizadas nos municípios de Coari, Humaitá, Itacoatiara e Manaus.

O certame será composto por uma única prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 45 questões, divididas pelas seguintes disciplinas: Língua Portuguesa (10), Legislação (10) e Conhecimentos Específicos ao cargo (25).

O Concurso Ufam terá validade de um ano, contando a partir da data de publicação da homologação no Diário Oficial da União. O prazo poderá ser prorrogado, uma vez, por igual período.

Confira o nosso curso de Legislação (lei 11.092/05 e Lei 8.112/90) para o Concurso UFAM:

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso TJ-AM: Cebraspe é oficializada como banca organizadora

É oficial! O Tribunal de Justiça do Amazonas assinou nesta quinta-feira, 30, o contrato com o Cebraspe, antigo (Cespe UnB) para organizar seu próximo concurso.

A escolha da Banca deu-se, principalmente, pelos valores da empresa e seriedade. O Cebraspe é conhecido por organizar concursos de abrangência nacional, incluindo os de tribunais.

De acordo com o presidente do TJ-AM, Yedo Simões, o edital está previsto para 15 dias após assinatura do contrato ou até o final do mês de junho.

Concurso TJ-AM 2019 terá vagas para Capital e Interior

O Concurso TJ-AM terá vagas para a Capital – Manaus e para o interior, este último foi divulgado durante a coletiva de imprensa.

Ao todo, serão 160 vagas para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior), sendo 140 vagas para nível médio e 20 para nível superior. Ainda será formado um cadastro de reserva com 480 aprovados, que poderão ser chamados no decorrer da validade da seleção.

Para Capital Manaus, as vagas serão divididas em 127 vagas para Assistente Judiciário (nível médio) e 20 para Analista Judiciário (nível superior), com total de 147 vagas. Os cargos a serem contemplados serão:

Assistente Judiciário sem especialidade (nível médio): 100 vagas

Assistente Judiciário com especialidade:

  • Programador (10 vagas)
  • Suporte ao Usuário de Informática (15 vagas)
  • Técnico de Segurança do Trabalho (2 vagas)

Analista Judiciário (nível superior):

  • Analista de Sistemas (5 vagas)
  • Arquivologia (1 vaga)
  • Biblioteconomia (1 vaga)
  • Contabilidade (3 vagas)
  • Direito (2 vagas)
  • Engenharia Civil (2 vagas)
  • Estatística (1 vaga)
  • Médico do Trabalho (1 vaga)
  • Psicologia (2 vagas)
  • Serviço Social (2 vagas)

Já para o Interior do Estado, será disponibilizado um total de 13 vagas para a Sub-Região do Alto Solimões, sendo contemplado os cargos de Assistente Judiciário geral (6 vagas) e Suporte ao Usuário de Informática (1 vaga); e a Sub-Região do Baixo Amazonas para Assistente Judiciário Geral (5 vagas) e Suporte ao Usuário de Informática (1 vaga).

Os municípios da Sub-Região do Alto Solimões contemplados com 7 vagas serão Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Amaturá. Já para a Sub-Região do Baixo Amazonas serão 6 vagas para os municípios de Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, São Sebastião do Uatumã e Urucará.

As provas do Concurso TJ-AM serão realizadas em duas etapas com prova Objetiva e prova de Títulos, este último somente para os cargos de nível superior.

Não foi divulgada a data das provas, porém serão realizadas em um único dia (domingo), em horários distintos, para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As provas para o interior serão aplicadas conforme as Sub-Regiões:

Alto Solimões – exclusivamente em Tabatinga e Baixo Amazonas – exclusivamente em Parintins.

As taxas de inscrição para o Concurso TJ-AM serão R$ 90,00 para Assistente Judiciário (nível médio) e R$ 150,00 Analista Judiciário (nível superior).

Sobre as provas, serão 100 itens para os cargos de nível médio e 120 para os de nível superior.

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

Intensifique os seus estudos!

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> UMAVAGASERAMINHA << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso TJ-AM: anuncia banca organizadora nesta quinta, 30

Amanhã, dia 30 de maio, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) anunciará a banca organizadora de seu próximo concurso para servidores. O prazo foi passado pelo próprio órgão através do perfil no Twitter nesta quarta, 29.

Twitter oficial do Tribunal de Justiça do Amazonas

Como já informado o processo de contratação da banca estava em reta final. De acordo com o presidente do TJ-AM, desembargador Yedo Simões, surgiram alguns entraves na questão orçamentária, mas que já foram solucionadas.

“O concurso está em fase final de contratação. Surgiram alguns entraves na questão orçamentária, para se enquadrar nas normas do TCU (Tribunal de Contas da União). Agora, já concluímos todas as normas e penso que até novembro iniciaremos as provas do concurso público”, informou o presidente em entrevista ao jornal Imediato.

Por mais que o nome da banca ainda não tenha sido revelado, o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) é um forte candidato para organizar o concurso. Isso porque, recentemente, a comissão viajou à Brasília para uma reunião com a banca.

A solicitação para as passagens áreas ocorreu entre março e abril. O tribunal, contudo, não informou se outras instituições estão participando da disputa para organizar o Concurso TJ-AM 2019.

Concurso TJ-AM terá 160 vagas imediatas

O número de vagas do Concurso TJ-AM já está definido! Segundo o presidente, desembargador Yedo Simões, serão 160 oportunidades com contratação imediata. Além disso, será formado um cadastro de reserva com 480 aprovados, que poderão ser chamados no decorrer da validade da seleção.

“Será um concurso para 160 pessoas, mas faremos um cadastro de reserva com três vezes o número de vagas. À medida que for necessário, o tribunal irá chamando”, revelou o presidente durante entrevista para o Sou Concurseiro e Vou Passar.

Como serão 160 vagas imediatas, o triplo resulta em 480 candidatos excedentes. O desembargador Yedo Simões também informou que o órgão já tem orçamento para contratar os aprovados dentro das oportunidades imediatas. Para as chamadas do cadastro de reserva aprovados do concurso TJ-AM 2019, será necessário incluir no orçamento de 2020.

 “Os 160 serão nomeados imediatamente. E o cadastro no ano que vem. Para o orçamento deste ano, só contamos com esses 160. Por isso, é o número que vamos oferecer para esse concurso. Para o próximo ano, vamos inserir no orçamento para contratar parte desse cadastro de reserva”, explicou.

De acordo com o membro da Comissão Temporário de Atos Preparatórios para Concurso Público de Servidores do TJ-AM, Juiz Alexandre Novaes, a seleção será apenas para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

O magistrado adiantou ainda que o número de vagas será para nível médio, sobretudo para a capital Manaus.

Provas devem ocorrer no mês de novembro

As provas do TJ-AM devem ocorrer até o mês de novembro. O prazo foi dado pelo próprio presidente do TJ-AM, desembargador Yedo Simões, no dia 23 de maio.

Este é o momento ideal para os interessados terem uma noção para montar seus planos de estudos.

O último concurso para área de apoio do tribunal foi realizado em 2013. Os assuntos cobrados foram de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Informática, Legislação, Conhecimentos em Direito e Específicos, dependendo do cargo.

Um importante indício para o aproveitamento do cadastro de reserva é o quantitativo de cargos do tribunal. O último levamento publicado em abril indica que o Tribunal de Justiça do Amazonas possui 368 cargos em aberto que podem ser preenchidos por aprovados neste novo concurso.

Faltam 167 Analistas Judiciários, de nível superior e 201 Assistentes Judiciários, de nível médio. Este número ainda pode crescer em caso de aposentadorias, mortes, exonerações ou desligamento dos atuais servidores.

O concurso TJ-AM é prometido por Yedo Simões desde o início de sua gestão, em julho de 2018.

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> UMAVAGASERAMINHA << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso TJ-AM terá oferta de 160 vagas para contratação imediata

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Yedo Simões, divulgou com exclusividade para o Sou Concurseiro e Vou Passar informações inéditas sobre o concurso.

Já está definido o número de vagas a serem contempladas pelo certame. De acordo com o presidente, desembargador Yedo Simões, serão 160 oportunidades com contratação imediata. Ainda será formado um cadastro de reserva com 480 aprovados, que poderão ser chamados no decorrer da validade da seleção.

“Será um concurso para 160 pessoas, mas faremos um cadastro de reserva com três vezes o número de vagas. À medida que for necessário, o tribunal irá chamando”, revelou o presidente durante entrevista para o Sou Concurseiro e Vou Passar.

Entrevista exclusiva com o presidente do TJ-AM, Yedo Simões

Os candidatos aprovados dentro das 160 vagas serão nomeados imediatamente. O triplo previsto para cadastro de reserva resulta em 480 candidatos excedentes.

O presidente informou que o órgão já tem orçamento para contratar os aprovados dentro das oportunidades imediatas. O cadastro reserva será necessário incluir no orçamento de 2020 para poder chama-los.

“Os 160 serão nomeados imediatamente. E o cadastro no ano que vem. Para o orçamento deste ano, só contamos com esses 160. Por isso, é o número que vamos oferecer para esse concurso. Para o próximo ano, vamos inserir no orçamento para contratar parte desse cadastro de reserva”, explicou.

De acordo com o Juiz Alexandre Novaes, membro da Comissão Temporário de Atos Preparatórios para Concurso Público de Servidores do TJ-AM, a seleção será apenas para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

O magistrado adiantou ainda que o número de vagas será para nível médio, sobretudo para a capital Manaus.

“O maior número de vagas é para o nível médio. Há uma grande demanda, sobretudo, no primeiro grau nas varas e juizados, que é realmente onde há uma carência maior, porque é direcionado um maior número de processos”, informou o juiz.

Provas devem ocorrer no mês de novembro

As provas do TJ-AM devem ocorrer até o mês de novembro. A previsão foi passada pelo próprio presidente do TJ-AM, desembargador Yedo Simões, no dia 23 de maio.

De acordo com o presidente, os preparativos do concurso TJ/AM estão na reta final. A questão da contratação da banca organizadora já foi resolvida. O nome da instituição escolhida deve ser anunciado em breve.

“O concurso está em fase final de contratação. Surgiram alguns entraves na questão orçamentária, para se enquadrar nas normais do TCU (Tribunal de Contas da União). Agora, já concluímos todas as normas e penso que até novembro iniciaremos as provas do concurso público”, informou o presidente em entrevista ao jornal Imediato.

Por mais que o nome da banca ainda não tenha sido revelado, o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) é um forte candidato para organizar o concurso. Isso porque, recentemente, a comissão viajou à Brasília para uma reunião com a banca.

A solicitação para as passagens áreas ocorreu entre março e abril. O tribunal, contudo, não informou se outras instituições estão participando da disputa para organizar o concurso TJ-AM 2019.

O concurso TJ-AM é prometido por Yedo Simões desde o início de sua gestão, em julho de 2018.

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> UMAVAGASERAMINHA << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

DPE-AM: forma comissão para novo concurso público na área de apoio

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE/AM) vai abrir um novo concurso público para cargos da área de apoio. Conforme a publicação no Diário Oficial Eletrônico do órgão de 25 de abril, a comissão organizadora da seleção já está formada.

O número de vagas e cargos ainda não foram divulgados. Entretanto, a expectativa é que, o novo certame contemple cargos de nível médio e superior.

As oportunidades serão destinadas aos futuros polos de atendimento da DPE/AM no interior do Estado, inicialmente, nos municípios de Coari, Manacapuru, São Gabriel da Cachoeira, Maués e Lábrea.

Ao todo, cinco servidores do órgão foram designados para compor a comissão. O grupo será responsável por elaborar o projeto básico do concurso e acompanhar todas as etapas, desde a contração do organizador até a homologação dos resultados.

Com a formalização da comissão, a escolha da banca organizadora para publicação do edital deve acontecer até o início do segundo semestre de 2019.

Os cargos do novo concurso DPE/AM serão para o Quadro de Servidores Auxiliares da Defensoria, que é composto por carreiras de todos os níveis de escolaridade. Vale lembrar que este será o II Concurso Público do Órgão.

Último concurso DPE/AM foi realizado em 2017

O último concurso público DPE/AM para o quadro de apoio foi realizado em 2017, sob organização da Fundação Carlos Chagas (FCC). Na ocasião, foram ofertadas 60 vagas, sendo 30 para Assistente Técnico (nível médio) e 30 para Analista em várias especialidades (nível superior).

As áreas contempladas no último certame foram:

Assistente Técnico (Nível Médio) – Administrativo (21 vagas); Agrimensura (1 vaga); Técnico de Suporte (5 vagas); e, Programador (3 vagas).

Analista várias especialidades (Nível Superior) – Ciências Jurídicas (21 vagas); Psicologia (1 vaga); Serviço Social (2 vagas); Administração (1 vaga); Biblioteconomia (1 vaga); Ciências Contábeis (1 vaga); Engenharia Civil (1 vaga); Analista de Sistema (1 vaga); e, Banco de Dados (1 vaga).

As vagas contemplavam os municípios de Humaitá, Itacoatiara, Manaus, Parintins, Tabatinga e Tefé.

Os vencimentos iniciais variam, com base no edital de 2017, de R$ 4.819,10 a R$ 6 mil para os cargos de nível superior. Já para os cargos de nível médio e médio/técnico os iniciais variam de R$ 3.400 a R$ 3.531,95.

Etapas do último concurso DPE/AM

O certame foi composto por duas etapas com provas objetivas para todos os cargos e prova discursiva apenas para nível superior, ambas de caráter eliminatório e classificatório.

A primeira foi composta por 60 questões, 20 eram para Conhecimentos gerais – Língua Portuguesa e Conhecimentos Jurídicos e Institucionais – e 40 de Conhecimentos Específicos.

Já na discursiva, os candidatos tiveram que realizar um estudo de caso onde tiveram que apresentar as soluções por escrito. O tema versava sobre Conhecimentos Específico do cargo para qual concorriam.

Quantidade de inscritos

Ao todo, o último concurso DPE/AM registrou 46.249 inscritos, com aproximadamente 771 candidatos concorriam as 60 vagas ofertadas pelo concurso. O cargo de Assistente Técnico Administrativo foi um dos mais concorridos tendo mais de 35 mil inscritos (35.434), representando certa de 76% do total de inscritos para o concurso.

Estude com os melhores!

Confira aqui o curso online completo para o Concurso DPE/AM:

DPE/AM: PREPARATÓRIO ONLINE DEFENSORIA PÚBLICA DO AMAZONAS

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << no ato da compra para ativar o desconto promocional.

Após determinação do STF, concurso PC-AM aguarda aval do governo

Após o prazo determinado pelo Supremo Tribunal Federal, de 18 meses, para a realização de um novo concurso, a Polícia Civil do Amazonas já se prepara para dar continuidade aos preparativos do certame, aguardando somente, o aval do governo do estado.

A Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Amazonas informou que foi criada uma comissão pelo Decreto nº 38.923, de 27 de abril de 2018, para atender as demandas do próximo concurso público.

De acordo com o delegado-geral, Lázaro Ramos, o planejamento do próximo concurso está no aguardo de uma sinalização do Governo do Estado. Após esse aval, haverá avanço nos preparativos.

A Polícia Civil do Amazonas não trabalha com prazos, por enquanto. Até que o Governo do Amazonas se manifeste é precoce falar em datas, mas é importante reforçar que o Concurso PC-AM está confirmado e será realizado.

A determinação do prazo de 18 meses foi divulgada no dia 1º de agosto pelo STF, pedindo que a corporação prepare uma nova seleção para a carreira de delegado. A decisão foi julgada no plenário, por maioria dos votos e o prazo contato a partir da publicação da ata de julgamento.

Governo do Amazonas pediu um prazo maior para publicação do novo edital

O prazo de 18 meses foi atribuído após o pedido de recurso do Governo do Amazonas, que solicitou um prazo maior para conseguir realizar o concurso. Foi alegado à justiça que o estado atravessava uma grave crise na segurança, com rebeliões em presídios; e na política, com a cassação do mandato do governador e nova eleição.

Segundo o relator da ação, Alexandre de Moraes, que acolheu parcialmente e propôs o prazo de 18 meses para que o Estado do Amazonas se programa e realize o novo concurso, “a população não pode sofrer as consequências de um possível não cumprimento da decisão do STF”.

Concurso PC-AM tem previsão de 424 vagas

Em setembro de 2018, por meio do Decreto nº 39.660, de 20 de setembro de 2018, foi definida a quantidade de vagas a serem preenchidas mediante a realização de concurso público, na área da Segurança Pública.

Para a Polícia Civil do Amazonas, o concurso prevê vagas para os cargos de Delegado (62 vagas), Investigador (200), Escrivão (98), Perito Criminal (27), Perito Legista (8), Perito Odontolegista (3), Auxiliar Perito (16) e Padioleiro (10), totalizando 424 vagas.

A Polícia Civil do Amazonas possui uma das maiores remunerações do país e, certamente, o Concurso PC-AM é um dos mais aguardados que contará com oportunidades para diversos cargos e com salários bastantes atrativos, entre eles estão os cargos de Delegado, Investigador e Escrivão de Polícia.

Os cargos de Investigador e Escrivão, respectivamente, possuem remuneração inicial de R$ 7.205,10.

Para concorrer a qualquer um dos dois cargos é necessário que o candidato tenha concluído o curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.

Já o cargo de Delegado possui uma remuneração inicial de R$ 16.237,85 podendo chegar em R$ 20.556,00 com acréscimo de 25% para os candidatos com pós-graduação. Para concorrer ao cargo não há exigência de prática jurídica de 3 anos. Os interessados devem possuir curso de bacharelado em Direito, além de carteira de habilitação categoria B ou superior.

O Concurso PC-AM é de grande importância para o Estado, principalmente pelo fato de que a corporação não realiza seleção desde 2009.

Estude com os melhores! 

Confira aqui os cursos onlines completos para o Concurso PC-AM:

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional. Aproveite!

Concurso Susam: Governo convoca 774 classificados

O governador do Amazonas, Wilson Lima, assinou nesta segunda-feira, 15, ato de convocação de todos os 774 candidatos classificados no concurso da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) que ainda aguardam nomeação. A lista de convocados estará publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) com data de 15 de abril.

“Assinei hoje a convocação de 774 aprovados no concurso público da Susam. São médicos em várias especialidades, como cardiologia, cirurgia geral, clínica geral e fisioterapia. É um reconhecimento às pessoas que se dedicaram a fazer um concurso público e também melhoria do atendimento na área da saúde”, disse o governador.

O prazo de validade do concurso Susam vence em 16 de abril. O governo, só pode convocar até essa data. Em nota, o vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida, explicou o motivo para demora da última chamada de aprovados.

“Conforme havíamos nos comprometido, estamos fazendo a chamada antes de vencer o prazo do Concurso. Precisávamos desse tempo para fazer o estudo de como faríamos essa convocação, tendo em vista que já alcançamos o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e não poderíamos aumentar os gastos com a folha de pagamento”, esclareceu Almeida.

Os novos servidores substituirão as vagas de trabalhadores de Regime Especial Temporário (RETs), de aposentados e servidores falecidos.

Está é a 11ª chamada de aprovados no concurso, que foi homologado em abril de 2015. Os convocados ocuparão cargos na sede da Susam e demais unidades em Manaus, além das Fundações de saúde.

No final de 2018, todos os classificados para cargos no interior foram chamados, totalizando 2.446 convocados. A lista de documentos e exames para posse está disponível para consulta no site do governo do Amazonas.

Concurso Susam foi publicado em 2014 e teve vagas para todos os níveis

O edital do concurso para a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) foi publicado em 2014 e teve vagas para os níveis de escolaridade. O concurso Susam foi organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e ofertou, ao todo, 11.646 vagas, sendo 3.305 para nível fundamental, 5.247 para nível médio e 3.094 vagas para cargos de nível superior.

Os salários variam de R$ 1.294,57 a R$ 7.691,45 mensais na época da publicação do edital. As oportunidades foram para agente administrativo, recepcionista, auxiliar de serviços gerais, técnico de radiologia, auxiliar de laboratório, assistente social, enfermeiro, psicólogo, entre outras.

De acordo com o edital, a contratação dos aprovados é feita pelo regime estatutário, que garante estabilidade empregatícia ao servidor.

Os candidatos inscritos no concurso Susam 2014 foram avaliados por meio de prova objetiva com questões cobradas conforme o nível de escolaridade, como Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Específicos, Princípios e Organização do SUS.

TRE-AM: tribunal confirma concurso para área de apoio

Uma nova oportunidade para os concurseiros de plantão. O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) confirmou que tem intenção de realizar concurso público para a área de apoio. A seleção está sendo planejada para ser incluída na proposta orçamentária de 2020.

De acordo com o TRE-AM, as oportunidades serão para preencher os cargos autorizados pelo TSE por meio da Portaria nº 1.091/2018. O documento indica o provimento de dois cargos no tribunal, sendo um de analista e um de técnico.

A realização do concurso também aguarda uma aprovação da Corte Superior do órgão. A informação foi passada pela Seção de Lotação e Gestão de Desempenho do Tribunal, nesta quinta-feira, 4.

A seleção será para analista e técnico

De acordo com TRE-AM a seleção terá oportunidades para os cargos de analista e técnico.

O cargo de analista exige formação em nível superior e possui remuneração inicial de R$ 12.455,30. O valor é composto pelo vencimento básico de R$ 5.189,71 mais Gratificação por Atividade Jurídica (GAJ) de R$ 7.265,5.

Já o cargo de técnico, de nível médio, tem inicial de R$ 7.591,37. O vencimento total é composto pelo valor de R$ 3.163,07 e a Gratificação, de R$ 4.428,30. Os servidores ainda têm direito à Vantagem Pecuniária Individual (VPI), cujo valor não foi divulgado pelo órgão.

Último concurso TRE-AM foi realizado em 2013

O Órgão não tem concurso válido para técnicos e analistas. O último concurso foi aberto em dezembro de 2013 e encerrado em 2018.

O concurso de 2013 ofertou 40 vagas, sendo 15 para o cargo de analista judiciário e 25 para técnico judiciário. Os selecionados foram contratados pelo regime estatutário.

O cargo de analista contemplou áreas administrativas, jurídica, e especialidades como análise de sistemas, biblioteconomia, engenharia, medicina e odontologia. A remuneração inicial era de R$ 8.276,42, incluindo R$ 710 de auxílio-alimentação.

Já para o cargo de técnico, as especialidades foram para administrativa, enfermagem, higiene dental, operações de computadores e programação de sistemas. O inicial de técnico era de R$ 5.345,03 com auxílio-alimentação incluso.

A banca organizadora do concurso foi o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). As avaliações foram compostas por provas objetiva e discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, sendo a discursiva destinada apenas para os cargos de analista.

Os exames de múltipla escolha consistiram em 60 questões, sendo 20 de Conhecimentos Gerais e 40 de Conhecimentos Específicos com base nas disciplinas de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Amazonas.

De acordo com dados divulgados pela banca, o concurso de 2013 registrou 29.202 inscritos, sendo 23.386 concorrentes às vagas de nível médio e 5.816 às de nível superior.

Concurso Ifam: mais de 30 mil pessoas se candidataram para o concurso

O Idecan, organizador do concurso do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) divulga a lista preliminar de inscritos. Ao todo, 30.011 pessoas se candidataram à seleção que acontece no dia 21 de abril.

Para os cargos de técnico-administrativos foram 22.128 inscrições. O cargo com mais candidatos inscritos foi o de Assistente em Administração, de nível médio. Foram mais de 9 mil candidatos inscritos para a função.

Para os cargos de docentes, o concurso atraiu 7.883 candidatos, sendo a maior parte para a especialidade de Biologia, com total de 1.094 pessoas inscritas.

As provas objetivas acontecerão em abril

As provas objetivas do concurso Ifam estão previstas para o dia 21 de abril. Para os cargos de técnico-administrativos a avaliação será composta por 50 questões, dividas pelas disciplinas de Língua Portuguesa (10), Raciocínio Lógico (5), Informática Básica (5), Legislação e Ética na Administração Pública (10) e Conhecimentos Específicos (20).

Já a prova para docentes terá 60 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa, 5 de Legislação e Ética na Administração Pública, 10 de Conhecimentos Pedagógicos e 25 de Conhecimentos Específicos.

O cartão de confirmação da inscrição referente à data, ao horário e ao local de realização das provas para cada cargo, assim como orientações para realização das provas, estará disponível, a partir de 15 de abril, no site do Instituto Idecan.

Além da prova objetiva, os candidatos ao cargo de docente aprovados na avaliação serão convocados para a prova de desempenho didático, que consistirá em ministrar uma aula para a banca examinadora do concurso. O tema da aula será definido através de sorteio.

A banca será composta por quatro membros, sendo dois da área para qual o candidato está correndo, um da área de didática e metodologia do ensino e um da área de competência linguística e discursiva.

O edital de convocação da prova está previsto para ser publicado no dia 30 de maio. Nele constarão as informações sobre a data, horário e local de realização da avaliação. No dia da prova prática deverá ser entregue à banca examinadora o plano de aulas de cada concorrente.

Estude com os melhores!

Confira aqui curso online completo para o Concurso Ifam:

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.