Tag: Concurso Público em 2019

TJ-PA tem autorização para abrir novo concurso de servidores

O Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA) tem autorização para realizar um novo concurso para servidores. Em sessão realizada no dia 5 de junho, o Pleno aprovou a proposta de novo edital para cargos efetivos na área de apoio.

A comissão responsável por acompanhar e organizar o Concurso TJ-PA também está definida. A portaria com os nomes dos integrantes foi publicada no Diário de Justiça Eletrônico do Pará de 12 de junho. A presidente da comissão será a desembargadora Rosi Maria Gomes de Farias.

O quantitativo de vagas e cargos a serem ofertados ainda não foram divulgados. A expectativa é que este novo concurso traga oportunidades para níveis médio e superior. Esse número só será fechado após o concurso de remoção, previsto para ocorrer em breve.

O concurso de remoção é uma seleção interna que abre oportunidades para que os próprios servidores possam ocupar os cargos que estão vagos. Os postos que continuarem sem preenchimento serão abertos no concurso público.

Em nota, o Tribunal de Justiça do Estado do Pará, informou que realizará mais um concurso para remoção de servidores, antecipando-se ao novo concurso público destinado ao preenchimento das vagas que serão abertas em consequência dessa remoção.

O próximo passo para que o edital do concurso seja divulgado é a escolha da banca organizadora, que irá receber as inscrições e aplicar as provas do certame.

De acordo com o sindicato da categoria, o Sinjep-PA, o edital está previsto para este ano. O último concurso TJ-PA teve vagas para Auxiliar Judiciário (nível médio), Analista Judiciário e Oficial de Justiça Avaliador, ambos de nível superior, e foi realizado em 2014. A homologação do resultado final teve validade até abril de 2019.

Último concurso TJ-PA convocou mais de 1.300 aprovados

A seleção de 2014 teve oferta inicial de 200 vagas. Dessas, 107 foram destinadas ao cargo de Analistas, 25 para Oficial de Justiça e 68 para Auxiliar Judiciário contemplando todo o Estado.

Foram homologados um total de 1.349 aprovados no último concurso TJ-PA, sendo 652 analistas, 180 oficiais de justiça e 517 auxiliares. Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, além de redação e avaliação de títulos para os cargos de nível superior.

As vagas foram distribuídas entre 12 polos judiciários e os aprovados puderam ser lotados em qualquer uma das comarcas.

De acordo com os dados do Portal de Transparência do TJ-PA, atualmente, há mais de 400 cargos vagos. O déficit corresponde a 312 cargos de nível superior (analista e oficial) e 176 de nível médio (auxiliar).

As remunerações iniciais dos cargos de Analista e Oficial (nível superior) são de R$ 7.320,00. Os servidores ainda podem receber gratificação de risco de vida, gratificação de atividade externa e adicional de titulação. Já a carreira de Auxiliar Judiciário (nível médio), a remuneração inicial é de R$ 3.207,90.

PRF envia pedido de concurso com mais de 4 mil vagas

A Polícia Rodoviária Federal confirmou que enviou ao Ministério da Economia um pedido para novo concurso público. A corporação solicitou aval para preencher 4.435 vagas que contempla os níveis médio e superior.

A confirmação foi dada pela Assessoria de Imprensa do órgão nesta terça-feira, dia 04. De acordo com a assessoria, a demanda visa o provimento de 4.360 vagas de policial rodoviário federal (nível superior) e 75 oportunidades para agente administrativo (nível médio).

Os pedidos ao Ministério da Economia puderam ser encaminhados até a última sexta-feira, 31. Ainda não há uma previsão para a possível autorização, mas o déficit da corporação pode acelerar o próximo aval.

A Polícia Rodoviária Federal já havia informado, em março de 2019, que estudava fazer o pedido por um novo edital. O pedido estava em elaboração, mas ainda não tinha uma estimativa de quantas vagas seriam solicitadas.

Novo pedido prevê cargos de nível médio

O concurso PRF de nível médio poderá finalmente sair do papel e ter edital publicado este ano.

A corporação solicitou 75 vagas para a carreira de agente administrativo, que tem como requisito o nível médio completo.

A remuneração inicial para a carreira de Agente Administrativo é de R$ 4.022,77, composta pelo vencimento mais gratificação e auxílio-alimentação de R$ 458. O valor total ainda poderá ser maior, pois a gratificação é variável de acordo com o desempenho do servidor.

Os cargos de agente administrativo da Polícia Rodoviária Federal podem ser exercidos na sede nacional localizada em Brasília, além de todas as superintendências regionais, situadas nas capitais dos estados.

Último Concurso para a carreira foi realizado em 2014

A Polícia Rodoviária Federal não realiza concurso para a área administrativa desde 2014, quando foram abertas 216 vagas para agente administrativo, sendo 16 reservadas a pessoa com deficiência.

O último concurso contemplou todos os Estados, além do Distrito Federal, onde fica a sede do Departamento. A banca organizadora da seleção foi a Funcab.

Os servidores foram contratados pelo regime estatutário, que assegura a estabilidade. A carga horária de trabalho do agende administrativo é de 40 horas semanais.

A seleção foi realizada com provas objetivas, composta pelas disciplinas de Língua Portuguesa, Ética e Conduta Pública, Raciocínio Lógico, Noções de Direito Constitucional e Administrativo, Legislação Relativa à PRF, e Noções de Arquivologia, Administração e Informática.

Intensifique os seus estudos!

Conheça nosso curso completo para a carreira de Policial Rodoviário Federal.

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso PC-SP é autorizado com 2.939 vagas e ganhos de até R$ 9,8 mil

O novo concurso para a Polícia Civil de São Paulo está autorizado e contará com 2.939 vagas. O aval foi concedido pelo governador de São Paulo, João Dória. O despacho de autorização saiu no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira, dia 4.

A corporação iniciará agora os preparativos da seleção e definirá a banca que organizará a seleção. A Fundação Vunesp vem organizando as seleções da corporação, e por isso, é a mais cotada para ficar à frente do concurso.

De acordo com o aval do governo o concurso prevê o preenchimento dos seguintes cargos: 1.600 vagas para escrivão, 900 para investigador de polícia, 250 para delegado e 189 para médico legista, totalizando as 2.939 vagas. A autorização prevê ainda a realização do concurso para 2019 e contratação em 2020.

“À vista dos elementos de instrução do processo, da representação do Secretário da Segurança Pública e das manifestações da Secretaria da Fazenda e Planejamento, autorizo a Pasta requerente a adotar as providências necessárias para a abertura de concurso público”, informa o despacho do governador.

PC-SP possui ganhos de até R$ 9,8 mil

Os cargos contemplados pelo Concurso PC-SP são destinados a quem possui o nível superior e carteira de habilitação. As renumerações variam de R$ 3.743,98 a R$ 9.888,07.

Confira os requisitos exigidos para os cargos:

  • Delegado: nível superior em Direito e experiência de dois anos de atividade jurídica ou policial, comprovadas na data da posse.
    Vagas e Remuneração: 250 vagas com vencimento inicial de R$ 9.888,07;
  • Médico legista: nível superior em Medicina.
    Vagas e Remuneração: 189 vagas com vencimento inicial de R$ 7.516,02;
  • Escrivão de polícia: nível superior em qualquer área de formação e CNH categoria B ou superior.
    Vagas e Remuneração: 1.600 vagas com vencimento inicial de R$ 3.743,98;
  • Investigador de polícia: nível superior em qualquer área de formação e CNH categoria B ou superior.
    Vagas e Remuneração: 900 vagas com vencimento inicial de R$ 3.743,98;

Últimos concursos tiveram cinco etapas

As quatro carreiras contempladas neste novo concurso tiveram concursos organizados nos últimos seis anos pela Fundação Vunesp.

  • Investigador e Escrivão de Polícia: o último certame para carreira foi realizado em cinco etapas em 2018 com prova objetiva, prova escrita, comprovação de idoneidade mediante investigação social, prova oral e prova de títulos;

As provas da primeira fase foram compostas por 100 questões de Língua Portuguesa, Noções de Direito, Noções de Informática, Criminologia, Lógica e Atualidades.

  • Delegado: realizado em 2018, o último concurso foi composto por prova objetiva, escrita e oral, investigação social e prova de títulos;

A avaliação objetiva teve 100 questões de múltipla escolha contendo assuntos de Direito Penal, Direito Processual Penal, Legislação Especial, Direito Constitucional, Direitos Humanos, Direito Administrativo, Direito Civil, Medicina Legal e Noções de Informática.

  • Médico legista: a última seleção foi em 2014 com cinco fases: prova objetiva de múltipla escolha, prova de aptidão psicológica (PAP), prova de aptidão física (PAF), comprovação de idoneidade e conduta escorreita, e prova de títulos;

A prova objetiva foi constituída de 100 questões distribuídas entre Língua Portuguesa, Noções de Direito, Criminologia, Lógica, Informática e Conhecimentos Específicos.

Sobre as atribuições de cada cargo

  • Investigador de Polícia: Realizar diligência investigatórias e de policiamento preventivo especializado; Cumprir requisições escritas ou verbais atinentes ao trabalho de polícia judiciária, emanadas pela Autoridade Policial; Cumprir mandados; Elaborar documentos de polícia judiciária e relatórios circunstanciais; Escoltar presos; Realizar prisões e apreensões; Manter a segurança de locais onde se desenvolve a atividade policial civil; entre outras.
  • Escrivão de Polícia: Elaboração de registros digitais de ocorrência -RDO; termos circunstanciados; Inquéritos policiais em todas as suas formas de instauração; Processos administrativos; Sindicâncias; Apurações e demais peças e documentos policiais, tendo ainda como atribuição a organização cartorária, sob a presidência direta do Delegado de Polícia.
  • Delegado de Polícia: Exercer atos inerentes à gestão dessa atividade; Presidir os atos de polícia judiciária e a apuração das infrações penais, praticar atos de polícia administrativa e exercer policiamento preventivo especializado; Presidir a investigação criminal e as ações a ela relacionadas, dentro as quais aquelas previstas no Código de Processo Penal e na legislação extravagante; Portar arma e atuar com possibilidade de exposição a situação de risco; mediar conflitos.
  • Médico legista: Executar autópsias ou exames necroscópicos em humanos, em parte de cadáveres putrefeitos e esqueletizados; Executar perícias de exumação; Coletar amostras biológicas de humanos, para fins de exames complementares; Realizar exames periciais de natureza antropológica; e, Pericias em vivos como lesões corporais, sexológicos, embriaguez, toxicológicos e também nas especialidades médicas; entre outras atividades de competência da função.

TJ-AM vai exonerar servidores não concursados e abrir vagas em certame

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Yedo Simões, afirmou que na atual gestão os servidores não concursados serão exonerados para dar lugar aos que vão participar do novo concurso, previsto para este ano. A declaração foi dada no dia 30 de maio, após o anúncio da banca organizadora do concurso público.

Durante as informações técnicas sobre o certame, o desembargador também anunciou que o edital do concurso será divulgado em 15 dias, a contar da data do anúncio da banca, e que serão oferecidas 160 vagas em diversas comarcas do TJ-AM.

“Esse concurso será autofinanciado pelo Tribunal de Justiça. Com isso, pretendemos minimizar os custos. Esperamos com mais brevidade possível realizar as provas”, destacou Yedo Simões.

O Centro brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE) será a banca organizadora do próximo concurso público do Tribunal de Justiça do Amazonas.

Sobre o Concurso TJ-AM

O Concurso TJ-AM abrangerá capital e interior com oferta de 160 vagas imediatas, sendo elas: 140 para o cargo de Assistente Judiciário (nível médio) e 20 para Analista Judiciário (nível superior).

Além destas, será formado cadastro de reserva com 480 aprovados para futuras contratações, conforme necessidade e conveniência orçamentária do Tribunal.

Das 140 vagas para o cargo de Assistente Judiciário (nível médio) 127 serão designadas para atuação na Comarca de Manaus e 13 vagas para atuação no interior, sendo  7 vagas para a sub-região do alto Solimões (abrangendo as Comarcas de Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Amaturá) e 6 vagas para a Sub-Região do Baixo Amazonas (abrangendo as Comarcas de Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, São Sebastião do Uatumã e Urucará).

As 20 vagas para Analista Judiciário (nível superior) serão designadas, todas para atuação em Manaus.

Na Capital Manaus, as 127 vagas para Assistente Judiciário (nível médio) serão para as funções: Sem especialidade (100 vagas); Programador (10 vagas); Suporte ao Usuário de Informática (15 vagas) e Técnico de Segurança do Trabalho (2 vagas).

As 20 vagas para o cargo de Analista Judiciário (nível superior) serão para as funções de: Analista de Sistemas (5 vagas); Arquivologia (1 vaga), Biblioteconomia (1 vaga); Contabilidade (3 vagas); Direito (2 vagas); Engenharia Civil (2 vagas); Estatística (1 vaga); Médico do Trabalho (1 vaga); Psicologia (2 vagas) e serviço Social (2 vagas).

Já para o Interior do Estado, das 7 vagas para a Sub-Região do Alto Solimões, 6 foram estipuladas ao cargo de Assistente Judiciário Geral e 1 vaga para Suporte ao Usuário de Informática.

Para a Sub-Região do Baixo Amazonas, das 6 vagas, 5 foram estipuladas para Assistente Judiciário Geral e 1 para Suporte ao Usuário de Informática.

Etapas e valores das taxas

O Concurso TJ-AM será organizado em duas etapas, sendo a primeira etapa consistindo em prova Objetiva, seletiva de itens do tipo ‘certo’ ou ‘errado’ e a segunda etapa consistindo em Avaliação de Títulos, de responsabilidade do CEBRASPE.

As provas, terão 100 itens para os cargos de nível médio e 120 para nível superior.

As taxas de inscrição para o Concurso TJ-AM serão R$ 90,00 para Assistente Judiciário (nível médio) e R$ 150,00 Analista Judiciário (nível superior).

Não foi divulgada a data das provas, porém serão realizadas em um único dia (domingo), em horários distintos, para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

Para o interior serão aplicadas conforme as Sub-Regiões: Alto Solimões – exclusivamente em Tabatinga e Baixo Amazonas – exclusivamente Parintins.

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

Intensifique os seus estudos!

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Ufam divulga editais de novo concurso para técnico-administrativos

Foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 29, dois editais para a carreira de técnico-administrativos da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). As oportunidades são para cargos de níveis médio, técnico e superior.

O primeiro edital traz 21 vagas para os níveis médio e técnico. As oportunidades para o nível médio são para as funções de Assistente em Administração (6 vagas) e Tradutor e Intérprete de Libras (1 vaga).

Já para técnicos as áreas contempladas são de Eletricidade (1 vaga), Laboratório/Biologia (1 vaga), Laboratório/Física (1 vaga), laboratório/Química (3 vagas), Informática (1 vaga), Técnico Industrial (1 vaga), Tecnologia da Informação (3 vagas), Contabilidade (1 vaga), Nutrição e Dietética (1vaga) e Eletromecânica (1 vaga).

A remuneração será de R$ 2.904,06 que corresponde ao vencimento básico mais o auxílio-alimentação. A lotação dos aprovados será feita nas unidades acadêmicas de Coari, Humaitá, Itacoatiara e Manaus.

O segundo edital oferta sete vagas para candidatos com nível superior completo. As carreiras contempladas são para Assistente Social, Médico Veterinário (I e II), Enfermeiro, Engenheiro Civil, Bibliotecário/documentalista e Arqueólogo.

A lotação dos aprovados será em Manaus, exceto para o cargo de Assistente Social que atuará em Itacoatiara. A remuneração é de R$ 4.638,66 incluindo o vencimento básico mais o auxílio-alimentação.

Os servidores ainda terão direito a outros benefícios: Percentual de incentivo à qualificação (para o que possuem escolaridade superior à exigência para ocupação do cargo); auxílio creche e pré-escolar de R$ 321,00 (para dependentes com idade inferior a seis anos); e, vale transporte conforme legislação vigente.

Período de inscrição inicia em junho

As inscrições para o Concurso UFAM terão início no dia 24 de junho e vão até 15 de julho. Os interessados podem se candidatar no site da Comissão Permanente de Concursos da Ufam (Comvest). A taxa de inscrição será de R$ 85,00 para os cargos de nível médio/técnico, e R$ 110 para nível superior.

As provas estão marcadas para o dia 15 de setembro, no período da manhã, e serão realizadas nos municípios de Coari, Humaitá, Itacoatiara e Manaus.

O certame será composto por uma única prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 45 questões, divididas pelas seguintes disciplinas: Língua Portuguesa (10), Legislação (10) e Conhecimentos Específicos ao cargo (25).

O Concurso Ufam terá validade de um ano, contando a partir da data de publicação da homologação no Diário Oficial da União. O prazo poderá ser prorrogado, uma vez, por igual período.

Confira o nosso curso de Legislação (lei 11.092/05 e Lei 8.112/90) para o Concurso UFAM:

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso TJ-AM: Cebraspe é oficializada como banca organizadora

É oficial! O Tribunal de Justiça do Amazonas assinou nesta quinta-feira, 30, o contrato com o Cebraspe, antigo (Cespe UnB) para organizar seu próximo concurso.

A escolha da Banca deu-se, principalmente, pelos valores da empresa e seriedade. O Cebraspe é conhecido por organizar concursos de abrangência nacional, incluindo os de tribunais.

De acordo com o presidente do TJ-AM, Yedo Simões, o edital está previsto para 15 dias após assinatura do contrato ou até o final do mês de junho.

Concurso TJ-AM 2019 terá vagas para Capital e Interior

O Concurso TJ-AM terá vagas para a Capital – Manaus e para o interior, este último foi divulgado durante a coletiva de imprensa.

Ao todo, serão 160 vagas para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior), sendo 140 vagas para nível médio e 20 para nível superior. Ainda será formado um cadastro de reserva com 480 aprovados, que poderão ser chamados no decorrer da validade da seleção.

Para Capital Manaus, as vagas serão divididas em 127 vagas para Assistente Judiciário (nível médio) e 20 para Analista Judiciário (nível superior), com total de 147 vagas. Os cargos a serem contemplados serão:

Assistente Judiciário sem especialidade (nível médio): 100 vagas

Assistente Judiciário com especialidade:

  • Programador (10 vagas)
  • Suporte ao Usuário de Informática (15 vagas)
  • Técnico de Segurança do Trabalho (2 vagas)

Analista Judiciário (nível superior):

  • Analista de Sistemas (5 vagas)
  • Arquivologia (1 vaga)
  • Biblioteconomia (1 vaga)
  • Contabilidade (3 vagas)
  • Direito (2 vagas)
  • Engenharia Civil (2 vagas)
  • Estatística (1 vaga)
  • Médico do Trabalho (1 vaga)
  • Psicologia (2 vagas)
  • Serviço Social (2 vagas)

Já para o Interior do Estado, será disponibilizado um total de 13 vagas para a Sub-Região do Alto Solimões, sendo contemplado os cargos de Assistente Judiciário geral (6 vagas) e Suporte ao Usuário de Informática (1 vaga); e a Sub-Região do Baixo Amazonas para Assistente Judiciário Geral (5 vagas) e Suporte ao Usuário de Informática (1 vaga).

Os municípios da Sub-Região do Alto Solimões contemplados com 7 vagas serão Atalaia do Norte, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Amaturá. Já para a Sub-Região do Baixo Amazonas serão 6 vagas para os municípios de Parintins, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, São Sebastião do Uatumã e Urucará.

As provas do Concurso TJ-AM serão realizadas em duas etapas com prova Objetiva e prova de Títulos, este último somente para os cargos de nível superior.

Não foi divulgada a data das provas, porém serão realizadas em um único dia (domingo), em horários distintos, para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As provas para o interior serão aplicadas conforme as Sub-Regiões:

Alto Solimões – exclusivamente em Tabatinga e Baixo Amazonas – exclusivamente em Parintins.

As taxas de inscrição para o Concurso TJ-AM serão R$ 90,00 para Assistente Judiciário (nível médio) e R$ 150,00 Analista Judiciário (nível superior).

Sobre as provas, serão 100 itens para os cargos de nível médio e 120 para os de nível superior.

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

Intensifique os seus estudos!

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> UMAVAGASERAMINHA << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso TJ-AM: anuncia banca organizadora nesta quinta, 30

Amanhã, dia 30 de maio, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) anunciará a banca organizadora de seu próximo concurso para servidores. O prazo foi passado pelo próprio órgão através do perfil no Twitter nesta quarta, 29.

Twitter oficial do Tribunal de Justiça do Amazonas

Como já informado o processo de contratação da banca estava em reta final. De acordo com o presidente do TJ-AM, desembargador Yedo Simões, surgiram alguns entraves na questão orçamentária, mas que já foram solucionadas.

“O concurso está em fase final de contratação. Surgiram alguns entraves na questão orçamentária, para se enquadrar nas normas do TCU (Tribunal de Contas da União). Agora, já concluímos todas as normas e penso que até novembro iniciaremos as provas do concurso público”, informou o presidente em entrevista ao jornal Imediato.

Por mais que o nome da banca ainda não tenha sido revelado, o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) é um forte candidato para organizar o concurso. Isso porque, recentemente, a comissão viajou à Brasília para uma reunião com a banca.

A solicitação para as passagens áreas ocorreu entre março e abril. O tribunal, contudo, não informou se outras instituições estão participando da disputa para organizar o Concurso TJ-AM 2019.

Concurso TJ-AM terá 160 vagas imediatas

O número de vagas do Concurso TJ-AM já está definido! Segundo o presidente, desembargador Yedo Simões, serão 160 oportunidades com contratação imediata. Além disso, será formado um cadastro de reserva com 480 aprovados, que poderão ser chamados no decorrer da validade da seleção.

“Será um concurso para 160 pessoas, mas faremos um cadastro de reserva com três vezes o número de vagas. À medida que for necessário, o tribunal irá chamando”, revelou o presidente durante entrevista para o Sou Concurseiro e Vou Passar.

Como serão 160 vagas imediatas, o triplo resulta em 480 candidatos excedentes. O desembargador Yedo Simões também informou que o órgão já tem orçamento para contratar os aprovados dentro das oportunidades imediatas. Para as chamadas do cadastro de reserva aprovados do concurso TJ-AM 2019, será necessário incluir no orçamento de 2020.

 “Os 160 serão nomeados imediatamente. E o cadastro no ano que vem. Para o orçamento deste ano, só contamos com esses 160. Por isso, é o número que vamos oferecer para esse concurso. Para o próximo ano, vamos inserir no orçamento para contratar parte desse cadastro de reserva”, explicou.

De acordo com o membro da Comissão Temporário de Atos Preparatórios para Concurso Público de Servidores do TJ-AM, Juiz Alexandre Novaes, a seleção será apenas para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

O magistrado adiantou ainda que o número de vagas será para nível médio, sobretudo para a capital Manaus.

Provas devem ocorrer no mês de novembro

As provas do TJ-AM devem ocorrer até o mês de novembro. O prazo foi dado pelo próprio presidente do TJ-AM, desembargador Yedo Simões, no dia 23 de maio.

Este é o momento ideal para os interessados terem uma noção para montar seus planos de estudos.

O último concurso para área de apoio do tribunal foi realizado em 2013. Os assuntos cobrados foram de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Informática, Legislação, Conhecimentos em Direito e Específicos, dependendo do cargo.

Um importante indício para o aproveitamento do cadastro de reserva é o quantitativo de cargos do tribunal. O último levamento publicado em abril indica que o Tribunal de Justiça do Amazonas possui 368 cargos em aberto que podem ser preenchidos por aprovados neste novo concurso.

Faltam 167 Analistas Judiciários, de nível superior e 201 Assistentes Judiciários, de nível médio. Este número ainda pode crescer em caso de aposentadorias, mortes, exonerações ou desligamento dos atuais servidores.

O concurso TJ-AM é prometido por Yedo Simões desde o início de sua gestão, em julho de 2018.

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> UMAVAGASERAMINHA << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso TJ-AM terá oferta de 160 vagas para contratação imediata

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Yedo Simões, divulgou com exclusividade para o Sou Concurseiro e Vou Passar informações inéditas sobre o concurso.

Já está definido o número de vagas a serem contempladas pelo certame. De acordo com o presidente, desembargador Yedo Simões, serão 160 oportunidades com contratação imediata. Ainda será formado um cadastro de reserva com 480 aprovados, que poderão ser chamados no decorrer da validade da seleção.

“Será um concurso para 160 pessoas, mas faremos um cadastro de reserva com três vezes o número de vagas. À medida que for necessário, o tribunal irá chamando”, revelou o presidente durante entrevista para o Sou Concurseiro e Vou Passar.

Entrevista exclusiva com o presidente do TJ-AM, Yedo Simões

Os candidatos aprovados dentro das 160 vagas serão nomeados imediatamente. O triplo previsto para cadastro de reserva resulta em 480 candidatos excedentes.

O presidente informou que o órgão já tem orçamento para contratar os aprovados dentro das oportunidades imediatas. O cadastro reserva será necessário incluir no orçamento de 2020 para poder chama-los.

“Os 160 serão nomeados imediatamente. E o cadastro no ano que vem. Para o orçamento deste ano, só contamos com esses 160. Por isso, é o número que vamos oferecer para esse concurso. Para o próximo ano, vamos inserir no orçamento para contratar parte desse cadastro de reserva”, explicou.

De acordo com o Juiz Alexandre Novaes, membro da Comissão Temporário de Atos Preparatórios para Concurso Público de Servidores do TJ-AM, a seleção será apenas para os cargos de Assistente Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior).

As remunerações atuais para ambos os cargos são de R$ 4.588,34 para Assistente Judiciário e R$ 8.936,96 para Analista Judiciário. Os servidores ainda têm direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 1.669,38 e auxílio-saúde de R$ 390,85.

O magistrado adiantou ainda que o número de vagas será para nível médio, sobretudo para a capital Manaus.

“O maior número de vagas é para o nível médio. Há uma grande demanda, sobretudo, no primeiro grau nas varas e juizados, que é realmente onde há uma carência maior, porque é direcionado um maior número de processos”, informou o juiz.

Provas devem ocorrer no mês de novembro

As provas do TJ-AM devem ocorrer até o mês de novembro. A previsão foi passada pelo próprio presidente do TJ-AM, desembargador Yedo Simões, no dia 23 de maio.

De acordo com o presidente, os preparativos do concurso TJ/AM estão na reta final. A questão da contratação da banca organizadora já foi resolvida. O nome da instituição escolhida deve ser anunciado em breve.

“O concurso está em fase final de contratação. Surgiram alguns entraves na questão orçamentária, para se enquadrar nas normais do TCU (Tribunal de Contas da União). Agora, já concluímos todas as normas e penso que até novembro iniciaremos as provas do concurso público”, informou o presidente em entrevista ao jornal Imediato.

Por mais que o nome da banca ainda não tenha sido revelado, o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) é um forte candidato para organizar o concurso. Isso porque, recentemente, a comissão viajou à Brasília para uma reunião com a banca.

A solicitação para as passagens áreas ocorreu entre março e abril. O tribunal, contudo, não informou se outras instituições estão participando da disputa para organizar o concurso TJ-AM 2019.

O concurso TJ-AM é prometido por Yedo Simões desde o início de sua gestão, em julho de 2018.

Curso Intensivo TJ-AM: 100% focado no pré-edital.

Conheça os Benefícios: Acesso ilimitado ao conteúdo, Simulados de provas e Tutoria exclusiva com os professores.

Utilize o cupom >> UMAVAGASERAMINHA << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

Concurso Semef Manaus: Sai convocação com locais da prova objetiva

A Secretaria de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef) divulgou o edital de convocação para as provas objetivas de seu concurso público. Os exames serão aplicados em datas diferentes para cada cargo, entre os meses de maio e junho.

O edital com todas as informações sobre os locais e orientações está disponível no site da Fundação Carlos Chagas (FCC) para consulta.

Para acessar os endereços de prova os candidatos devem entrar com o login individual no endereço eletrônico da banca organizadora, FCC. Também será enviado por e-mail um Cartão Informativo.

As provas serão realizadas em datas diferentes

Os candidatos ao concurso Semef Manaus serão avaliados por provas objetiva e discursiva, ambas em caráter eliminatório e classificatório. A depender do cargo, as aplicações ocorrerão em dias distintos. Confira o calendário das provas:

Dia 19 de Maio:
Prova objetiva (tarde): Cargo de Auditor Fiscal de Tributos Municipais
Prova objetiva (manhã): Cargo de Assistente Técnico Fazendário

Dia 26 de Maio (manhã):
Prova objetiva: Cargo de Assistente Técnico (Programador)
Prova objetiva: Cargo de Assistente Técnico (Suporte)

Dia 26 de Maio (tarde):
Prova objetiva e estudo de caso: Cargo de Técnico de Tecnologia da Informação
Prova objetiva e estudo de caso: Cargo de Técnico em Webdesign

Dia 2 de junho (manhã):
Prova objetiva e discursiva: Cargo de Técnico Fazendário

A prova objetiva será na cidade de Manaus e a distribuição dos conteúdos varia de acordo com cada cargo. Para auditor serão 100 questões, para os técnicos 60 e assistentes 70, com duração de até cinco horas, conforme carreira.

Vale lembrar que os candidatos a auditor fiscal ainda realizarão, no dia 04 de agosto, uma prova discursiva composta por uma peça processual e duas questões.

Para ter a prova discursiva corrigida, é necessário conseguir nota mínima de aprovação na prova objetiva. O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Concurso Semef Manaus tem mais de 26 mil inscritos

O concurso Semef Manaus teve um total de 26.263 inscrições homologadas, os dados foram divulgados pela banca, Fundação Carlos Chagas. O cargo mais procurado foi o de Assistente Técnico Fazendário, de nível médio, com 15.309 pessoas concorrendo a cinco vagas.

A seleção oferta um total de 50 vagas divididas em dois editas. O primeiro traz dez vagas para o cargo de Auditor Fiscal, cujo requisito é nível superior em qualquer área de formação. A remuneração inicial é de R$ 17.436,29 composta pelo vencimento de R$ 3.530,20 e Gratificação de Produtividade Fazendário no valor de R$ 13.906.

O segundo edital, contempla as demais carreiras, sendo Técnico Fazendário (duas), Técnico da Tecnologia da Informação (oito) e Técnico em Webdesign (uma) de nível superior possui ganhos de R$ 13.193,77.

Os cargos de níveis médio e médio/técnico são de Assistente Fazendário (cinco), Assistente Técnico – Programador (12) e Assistente Técnico – Suporte (12) com salários de R$ 8.211,81.

Estude com os melhores!

Confira aqui o curso online completo para o Concurso Semef Manaus:

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << ao final da compra para ativar o desconto promocional.

DPE-AM: forma comissão para novo concurso público na área de apoio

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE/AM) vai abrir um novo concurso público para cargos da área de apoio. Conforme a publicação no Diário Oficial Eletrônico do órgão de 25 de abril, a comissão organizadora da seleção já está formada.

O número de vagas e cargos ainda não foram divulgados. Entretanto, a expectativa é que, o novo certame contemple cargos de nível médio e superior.

As oportunidades serão destinadas aos futuros polos de atendimento da DPE/AM no interior do Estado, inicialmente, nos municípios de Coari, Manacapuru, São Gabriel da Cachoeira, Maués e Lábrea.

Ao todo, cinco servidores do órgão foram designados para compor a comissão. O grupo será responsável por elaborar o projeto básico do concurso e acompanhar todas as etapas, desde a contração do organizador até a homologação dos resultados.

Com a formalização da comissão, a escolha da banca organizadora para publicação do edital deve acontecer até o início do segundo semestre de 2019.

Os cargos do novo concurso DPE/AM serão para o Quadro de Servidores Auxiliares da Defensoria, que é composto por carreiras de todos os níveis de escolaridade. Vale lembrar que este será o II Concurso Público do Órgão.

Último concurso DPE/AM foi realizado em 2017

O último concurso público DPE/AM para o quadro de apoio foi realizado em 2017, sob organização da Fundação Carlos Chagas (FCC). Na ocasião, foram ofertadas 60 vagas, sendo 30 para Assistente Técnico (nível médio) e 30 para Analista em várias especialidades (nível superior).

As áreas contempladas no último certame foram:

Assistente Técnico (Nível Médio) – Administrativo (21 vagas); Agrimensura (1 vaga); Técnico de Suporte (5 vagas); e, Programador (3 vagas).

Analista várias especialidades (Nível Superior) – Ciências Jurídicas (21 vagas); Psicologia (1 vaga); Serviço Social (2 vagas); Administração (1 vaga); Biblioteconomia (1 vaga); Ciências Contábeis (1 vaga); Engenharia Civil (1 vaga); Analista de Sistema (1 vaga); e, Banco de Dados (1 vaga).

As vagas contemplavam os municípios de Humaitá, Itacoatiara, Manaus, Parintins, Tabatinga e Tefé.

Os vencimentos iniciais variam, com base no edital de 2017, de R$ 4.819,10 a R$ 6 mil para os cargos de nível superior. Já para os cargos de nível médio e médio/técnico os iniciais variam de R$ 3.400 a R$ 3.531,95.

Etapas do último concurso DPE/AM

O certame foi composto por duas etapas com provas objetivas para todos os cargos e prova discursiva apenas para nível superior, ambas de caráter eliminatório e classificatório.

A primeira foi composta por 60 questões, 20 eram para Conhecimentos gerais – Língua Portuguesa e Conhecimentos Jurídicos e Institucionais – e 40 de Conhecimentos Específicos.

Já na discursiva, os candidatos tiveram que realizar um estudo de caso onde tiveram que apresentar as soluções por escrito. O tema versava sobre Conhecimentos Específico do cargo para qual concorriam.

Quantidade de inscritos

Ao todo, o último concurso DPE/AM registrou 46.249 inscritos, com aproximadamente 771 candidatos concorriam as 60 vagas ofertadas pelo concurso. O cargo de Assistente Técnico Administrativo foi um dos mais concorridos tendo mais de 35 mil inscritos (35.434), representando certa de 76% do total de inscritos para o concurso.

Estude com os melhores!

Confira aqui o curso online completo para o Concurso DPE/AM:

DPE/AM: PREPARATÓRIO ONLINE DEFENSORIA PÚBLICA DO AMAZONAS

Utilize o cupom >> QUEROPASSAR << no ato da compra para ativar o desconto promocional.