Tag: Seja FODA

10 Atalhos Para Alcançar a Aprovação em Concurso Público em Tempo Recorde

1. ÉTICA

Não existe uma fórmula mágica para alcançar a aprovação no concurso público dos seus sonhos sem que você coloque muito esforço e dedicação.

Não fique procurando um caminho mais fácil para alcançar a aprovação, pois ele não existe. Faça o que tem que ser feito e pronto. Siga um mínimo de plajejamento de estudos que os resultados vão aparecer.

2. PLANEJAMENTO

Não conheço nenhum aprovado em concurso público que estudou sem seguir um planejamento de estudos.

O que estudar? Quando estudar? Como estudar?

São perguntas que devem ser respondidas, sem tais respostas o concurseiro está em um barco no meio do mar totalmente perdido e sem um caminho a ser seguido.

Rabisque sua rotina semanal e encontre suas horas vagas para estudos, não importa a quantidade, você pode ter encontrado uma hora por dia, apenas encontre e distribua algumas disciplinas que serão estudadas nessas horas vagas e comece a estudar. Simples assim!!!

3. FOCO

Durante a sua caminhada de estudos, você deve aprender a falar NÃO para muitas coisas: NETFLIX, Baladas com amigos, Cinema, Festas, Aniversários, Churrascos etc. Um dia, para todas estas situações você vai dizer SIM, mas hoje, como concurseiro, será NÃO.

Quer entender melhor? Você está precisando terminar os estudos sobre determinada disciplina, pois o edital foi publicado e a prova está cada vez mais próxima e você fica sabendo que o NETFLIX acabou de liberar mais uma temporada da série que você tanto ama.

Qual o pensamento surgiu na sua mente com o exemplo acima?

  • Fábio, não custa nada assistir um episódio ou outro nos momentos de descanso.

  • Fábio, quando passar vou assistir tudo, mas hoje como concurseiro não.

Se passou na sua cabeça a primeira resposta, você percisa internalizar o conceito de FOCO. Você está naquele barco no meio do mar que citei acima.

4. GARRA

Este ponto sempre soube utilizar muito bem, inclusive em salas de aula solto algumas expressões que falava muito na época de concurseiro como:

  • Vamos lá PORRA!!!
  • Vou conseguir gabaritar a MERDA desta disciplina.
  • Vou ser FODA nesta prova.

Expressões com estas acima me davam uma força impressionante para manter o foco nos estudos e combater pensamentos negativos.

5. CRIATIVIDADE

Não tenha medo de errar, sempre procure novas formas de aprender. Conheço pessoas que tinham total repugnância com aulas online, mas hoje não sabem viver sem. Confesso que já vi na internet cada forma maluca de técnicas de estudo, coisas que não custa nada experimentar.

6. VONTADE

A pior coisa para uma pessoa é não cumprir com as promessas que ela faz para ela mesma. Aquela pessoa que não cumpre com o planejado, que não está disposta a pagar o preço, não merece a aprovação.

7. EFETIVIDADE

Maior dificuldade de muitos concurseiros está no fato de começarem a seguir um planejamento de um edital ou de apenas uma única disciplina, mas nunca terminam com o planejado. Segundo a minha experiência como professor de cursos preparatórios a cada 10 concurseiros que iniciam um planejamento, apenas 3 completam os primeiros 30 dias de estudos, sendo que apenas 1 concurseiro vai concluir realmente todo o conteúdo.

Minha dica: SIGA O PLANO, CUSTE O QUE CUSTAR, MAS SIGA O PLANO.

8. PRODUTIVIDADE

Seja uma máquina de estudos, termine o dia e fale para você: CARAMBA, HOJE DETONEI AQUELE CONTÉUDO. Seja viciado em estudar, estudar e estudar e quando estiver exausto, pense que sempre cabe mais um pouco, mais uma questão, mas uma página ou mais uns minutos de vídeoaula. Nunca esteja satisfeito.

9. SUPERAÇÃO

Ultrapasse seus limites. Vamos fazer o seguinte, se em determinada semana você planejou 20 horas de estudos, por que não ultrapassar? Comece devagar, tente fazer 21 ou 22 horas, apenas tente. Fabio, consegui bater em uma semana 23 horas de estudos das 20 que estavam programadas. Show concurseiro, agora tente bater 25 horas, na próxima semana quem sabe 30 horas e por aí vai.

10. VIDA

Você não conseguiu cumprir com o planejado nesta semana? Calma, pronto para começar tudo novamente?

FÁBIO SILVA

  • Delegado de Polícia Civil
  • Ex-Servidor de tribunais
  • Coach Professional pela Sociedade Latinoamericana de Coaching
  • Palestrante de Como Estudar para Concursos Públicos
  • Professor de Direito Constitucional e Administrativo
  • Autor dos livros da série Seja Foda em Direito Constitucional
  • CEO do Sou Concurseiro e Vou Passar – Maior curso preparatório da Região Norte.

Concurso Público é uma Fila ou Maratona? + Bônus ao final da postagem.

Qual a melhor metáfora representa a aprovação em um concurso público para você???

1. Concurso Público para você é uma fila? Tranquilidade, pois um dia vai chegar a sua hora, a aprovação.

2.Concurso Público para você é uma maratona? Uma corrida alucinante por mais e mais conhecimento.

E aí já sabe a resposta??? Escolha apenas uma afirmação. Só avance depois de uma reflexão sobre aquela que mais se encaixa ao seu perfil.

Bom, achar que concurso público é uma fila, que um dia chegará a sua hora, possui um lado negativo muito forte ligado para a acomodação. Pessoas com este pensamento são altamente descompromissadas com os estudos e procrastinadoras, pois acreditam que um dia vão alcançar a aprovação, mesmo não sendo necessário muito esforço para isso. Quando reprovam colocam a culpa no acaso ou falta de sorte.

Por outro lado, tais pessoas possuem um ponto positivo, são pessoas mais tranquilas e com uma baixa carga de pressão nas suas costas, geralmente não sofrem de ansiedade e de nervosismo, principalmente no dia da prova, sendo isso muito bom, mas não o suficiente para alcançar a aprovação.

Agora, pessoas que se encaixam na afirmação número 2, são os alucinados por conhecimento, sedentos por mais e mais assuntos e resolução de questões, sabem que não podem perder a oportunidade para este ou aquele concurso, que o tempo é muito precioso, que só haverá uma chance, por isso a dedicação total.

Um ponto negativo é a carga de pressão gerando índices altos de ansiedade e nervosismo.

Minha dica, tente conciliar os pontos fortes de cada tipo de concurseiro acima. Reflita sobre os pensamentos que você deve ter e potencializar seus estudos:

Concurso pode até ser uma fila, mas vou furar pulando para as primeiras posições.

Na maratona alucinante de preparação para concursos públicos manterei a tranquilidade.

Quero alenas que você entenda com esta postagem que o primeiro passo para chegar em algum lugar é decidir que você não está disposto a ficar onde está.

Então apenas procure cumprir estes passos para você alcançar o meio termo:

1) Tenha Foco

Por que você está estudando para passar em concurso público?

O que você quer com a aprovação?

Quem você quer ajudar?

O que você quer conquistar?

2) Tenha Planejamento do que estudar e quando estudar:

O quais horários do dia você vai estudar?

Você já elaborou um quadro de horários de horas vagas durante a sua semana?

Quantas horas você estuda?

Quais disciplinas serã abordadas durante a semana?

Você revisa assuntos já estudados?

3) Priorize a qualidade e não a velocidade

Como você estudar?

Apenas faz a leitura ou assiste vídeoaulas?

Você faz resumos?

Resolve questões?

4) Faça o que precisa ser feito

Você cumpre com as promessas que você estipula para você mesmo?

Pronto para acelerar os estudos?

Separei para vocês alguns modelos de planejamento dos estudos. Procurem preencher com suas horas vagas para estudos e principalmente cumprir com o planejado:

Bons Estudos!!!

FÁBIO SILVA

  • Delegado de Polícia Civil
  • Ex-Servidor de tribunais
  • Coach Professional pela Sociedade Latinoamericana de Coaching
  • Palestrante de Como Estudar para Concursos Públicos
  • Professor de Direito Constitucional e Administrativo
  • Autor dos livros da série Seja Foda em Direito Constitucional
  • CEO do Sou Concurseiro e Vou Passar – Maior curso preparatório da Região Norte.

Você acredita na sua aprovação no concurso público dos seus sonhos?

Pessoal, se você vai entrar nesta vida de concursos públicos, a coisa mais importante é acreditar que vai dar certo, que você será concursado.

Mesmo que venha pensamentos negativos (muita concorrência, poucas vagas, não estou tão preparado etc.), você deve rebater com a frase: VOU PASSAR!!!!

Grande abraço e bons estudos.

Professor Fábio Silva

Instagram: @deltafabiosilva

Whatsapp: (92) 98116-3075.

7 Maneiras para melhorar a sua Memorização: A #5 é a mais importante.

Cada vez mais recebo perguntas:

Como ter mais concentração?
Como reter mais e mais o conteúdo?
Como memorizar textos de leis e apostilas?

A primeira coisa que gostaria de comentar é que você precisa saber que ninguém (salvo pouquíssimos iluminados), consegue memorizar algo que acabou de ler, ou seja, a retenção do conteúdo é extremamente pequena durante a leitura de livros, leis ou apostilas.

Então, o que fazer para ter mais memorização durante a leitura?

Para gerar mais e mais retenção daquilo que você está lendo é necessário FOCO, no sentido de ATENÇÃO, ou seja, está antenado com aquilo que está sendo lido. Quanto mais atenção você possuir durante a leitura, maior será a sua memorização.

Quem já se deparou lendo um texto, mas pensando no namorado, contas a pagar, filho, viagens, futebol, novela etc. Tudo isso lendo o texto.

Bom, estudiosos chamam isso de “vagar a mente”, ato que acontece quando nossos pensamentos fogem daquilo que deveríamos estar concentrados, em nosso caso, a leitura do texto. Resumindo, é quando a nossa mente foge para outro lugar, é neste exato momento que haverá uma perda drástica da memorização.

Mas fique tranquilo, ter uma mente que vaga durante os estudos é o padrão entre todos nós, o que devemos fazer é treinar para uma mente atenta e focada naquilo que queremos, apenas uma mente treinada gerará mais e mais memorização. A divagação da mente prejudica nosso desempenho nos estudos e muitas pessoas nem sabem que isto acontece.

Nossos pensamentos são como um animal indomável, eles fogem do nosso controle, principalmente durante os estudos. Estudar com um emaranhado de pensamentos aleatórios gera uma retenção do conteúdo será ínfima.

Então, para início de conversa, você deve procurar eliminar distrações durante a leitura, quanto mais atenção com aquilo que está sendo estudado, maior será a sua compreensão.

Agora, vamos falar sobre como estudar com retenção do conteúdo, não é isso que você mais deseja?

PASSO 1: ALINHAMENTO DA VIDA

Falta de memorização acontece quando estamos estressados ou sobrecarregados, problemas pessoas interferem muito na memorização. Preocupações pessoais e questões não resolvidas são como uma âncora para o concurseiro. Estudar infeliz é certeza de insucesso.

Todo concurseiro, antes de entrar nessa vida de estudos, deve alinhar problemas pessoais, resolver o que pode ser resolvido, ter calma para aquilo que não tem mais jeito, o que não podemos é iniciar a preparação com todo este peso em seus ombros, pois caso isso não seja feito, constantemente seus pensamentos com estes problemas vão surgir durante os estudos, sendo justamente isso que não queremos que aconteça.

Responda agora:

  • O que mais te pertuba?

  • O que você pode fazer para eliminar este sentimento?

PASSO 2: SEJA CAÇADOR

Um dos pontos mais importantes para não deixar a mente divagar é perceber que ela divagou, tarefa difícil e complicada, mas com o tempo você conseguirá e perceberá que cada vez mais sua mente vai divagar menos, consequentemente vai perceber que está memorizando mais os assuntos estudados.

Você vai perceber que em dias que você está mais estressado, será quando mais a sua mente vai divagar e nos dias mais tranquilos isso vai acontecer menos.

PASSO 3: É VOCÊ QUEM MANDA

Você deve mostrar para a sua mente que você que a domina e não ela a você, mostre para ela onde ela deve estar focada, portanto, toda vez que ela divagar, você vai falar para ela: volte aqui!!!

Me lembro, que fazia muito isso, quando estava lendo algo e a minha mente vagava para pensamentos distantes, falava e estalava os dedos: “Volta, tenho que passar neste concurso público, foco!!!!”. Imediatamente voltava para o início do capítulo ou artigo e lia tudo novamente, mas com extrema atenção e foco.

PASSO 4: SOLTAR A MENTE

Trata-se das pausas durante os estudos, que podem acontecer a cada 30, 45 ou 1 hora de estudos, você precisa descansar de 5 a 15 minutos, aqui você deve deixar a mente divagar (pensar), no que ela quiser. Sabe aquele momento que soltamos da coleira nosso cachorro no parque? É a mesma coisa, solte sua mente para o “parquinho”, mas depois do descanso, traga-a de volta.

PASSO 5: CUIDADO COM OS “LADRÕES DO TEMPO”

Whatsapp, Instagram, Facebook, Notificações de Celular e Computador etc. Preciso falar mais alguma coisa?

Inclusive nesta semana, circulou nas redes sociais um vídeo de um professor de curso preparatório para concursos públicos, atacando um apagador no aluno que estava assistindo aula com celular.

Em aulas presenciais a minha vontade é de dar um tiro de tanta raiva que sinto quando vejo um aluno jogando seu futuro no lixo, pois muitos, na realidade, o indivíduo que está no celular durante as aulas, não quer alcançar a aprovação. Então me pergunto: O que ele está fazendo ali?

PASSO 6: FEEDBACK

Ao final de um dia de estudo focado (trazendo a mente para os estudos toda vez que a mesma divagar), devemos conversar com ela e perguntar o que aprendemos naquele dia ou sessão de estudos de uma determinada disciplina.

Tal conversa, vai gerar uma engajamento maior para a próxima bateria de estudos, sua mente com o tempo ficará viciada em querer aprender mais e mais.

PASSO 7: ACALME-SE

Você pode estar estudando no meio de dezenas de pessoas extremamente barulhentas, mas não será esta conversa que atrapalhará a sua memorização, mas sim a conversar que acontece dentro da nossa própria mente.

Você precisa a aprender a calar as vozes internas da sua mente.

Não é a conversar das pessoas ao nosso redor que tem mais poder de nos distrair, mas a conversa da nossa própria mente.

DANIEL COLEMAN

FÁBIO SILVA

  • Delegado de Polícia Civil
  • Ex-Servidor de tribunais
  • Coach Professional pela Sociedade Latinoamericana de Coaching
  • Palestrante de Como Estudar para Concursos Públicos
  • Professor de Direito Constitucional e Administrativo
  • Autor dos livros da série Seja Foda em Direito Constitucional
  • CEO do Sou Concurseiro e Vou Passar – Maior curso preparatório da Região Norte.

Como Dominei a Arte da Aprovação em Concursos Públicos

Você deve se perguntar como que algumas pessoas conseguem ser tão disciplinadas? Como que conseguem estudar mesmo com extremo cansaço físico e mental? Como que vencem o sono? Como que facilmente removem obstáculos que atrapalham seus estudos?

Tais comparações muitas das vezes desmotivam o concurseiro, gerando pensamentos negativos cada vez mais fortes fazendo com que muitos caiam na depressão ou acabam desistindo desta vida de concursos públicos de forma precoce.

Gostaria nesta postagem de apresentar uma ciência que tem mudado a vida de muitos dos meus alunos que seguiram por este caminho, trata-se da PNL – Programação Neuro Linguística, ciência que ensina como devemos dirigir nosso cérebro e nossos comportamentos.

A PNL proporciona uma estrutura sistemática para dirigirmos nosso próprio cérebro. Ensina-nos como dirigir não só nossos próprios estados e comportamentos, mas também os estados e comportamentos dos outros. Trata-se de uma reprogramação, procurando eliminar crenças e pensamentos limitantes.

Resumindo: é a ciência de como dirigir seu cérebro de uma forma favorável para conseguir os resultados que deseja.

Confesso que a PNL proporcionou exatamente o que eu estava procurando de forma mais científica, apesar de já utilizar algumas de suas ferramentas de forma inconsciente.

Hoje consegui através da PNL entender o mistério de como certas pessoas são capazes de, com frequência, conseguir o que chamo de resultado perfeito. Por exemplo, como conseguia acordar todos os dias as 4:00h da manhã para estudar até as 7:00h, ir trabalhar o dia inteiro e ainda estudar até às 23h ou mais, fazer isso todos os dias gera um resultado perfeito.

Então, a pergunta que você deve estar fazendo é a seguinte: Fábio como você conseguia manter esta rotina?

Para a PNL as AÇÕES são a origem de todos os resultados, que ações específicas mentais ou físicas produzem o processo neurofisiológico de acordar do sono com rapidez e facilidade. Resumindo, a mente gera ações e ações geram resultados que você deseja conquistar.

Todos os dias para acordar falava:

Vamos acordar Fábio, se você não consegue vencer o despertador, como quer vencer nada vida???

Então a rotina era sempre a mesma, ao abrir os olhos, falava a frase acima e pulava da cama, isso é PNL: Mente > Ação > Resultado Perfeito.

Um dos principais princípios da PNL é que todos nós temos a mesma neurologia. Assim, se alguém no mundo pode fazer alguma coisa, você também pode, se conduzir seu sistema nervoso exatamente da mesma forma. Esse processo de descobrir, exata e especificamente, o que as pessoas fazem para conseguir um resultado específico é chamado MODELAGEM.

Mais uma vez, a questão é: se é possível para os outros, é possível para você. Não é uma questão de saber se você pode conseguir os resultados que outra pessoa conseguiu. É uma questão de utilizar a mesma estratégia, isto é, de como a pessoa conseguiu aqueles resultados que você deseja.

Se alguém alcançou o sucesso em alguma área da vida, há uma maneira de copiá-lo, a fim de que você também seja como ele, basta ter bastante força de vontade e determinação.

Em muitos casos, uma pessoa pode levar anos em tentativas e erros, até encontrar uma maneira específica de usar o corpo ou a mente para conseguir um resultado. Mas você pode começar a copiar as ações que levaram anos para serem aperfeiçoadas e conseguir resultados similares em uma questão de momentos, meses, ou, pelo menos, em muito menor tempo que levou a pessoa cujos resultados deseja duplicar.

Mais uma vez, ter o conhecimento não é suficiente. Ação é que produz resultados.

Então a sua tarefa se você quiser alcançar o sucesso, é encontrar um meio de copiar aqueles que já são um sucesso. Isto é, descobrir como agiram, e, em especial, como usaram seus cérebros e corpos para conseguirem os resultados que você deseja duplicar.

Se você quiser ser um bom amigo, uma pessoa mais rica, um pai ou um atleta melhor, um homem de negócios mais bem-sucedido, tudo que precisa fazer é encontrar modelos de excelência.

Confesso que é preocupado os modelos de excelência desta atual geração com Kefora, Whindersson Nunes e Felipe Neto. Sem comentários. Vamos seguir em frente.

Vou citar meus 2 modelos de excelência na época de concurseiro:

Ayrton Senna

O primeiro, o grande Ayrton Sena (Que saudades daqueles domingos de Fórmula 1), era uma pessoal totalmente “fora da caixa”, com frases que marcaram muito a minha preparação como:

“Eu não estou projetado para ser o segundo ou terceiro, eu me projetei para ser sempre o primeiro”.

Ou você se compromete com objetivo da vitória ou não.

Quando penso que cheguei ao meu limite, descubro que tenho forças para ir além.

E a frase mais fodástica de todas:

“Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá”.

Estas frases significaram muito para me modelar a ser tão vitorioso quanto Ayrton Senna, utilize-as diariamente que você também vai conseguir alcançar o mesmo sucesso.

Willian Douglas

O segundo modelo que utilizei foi o guru dos concursos públicos, William Douglas, autor do best seller Como Estudar para Concursos Públicos.

O professor William foi o primeiro a publicar um livro voltado para técnicas de estudo e preparação para concursos públicos, me ajudou muito com seus ensinamentos e os famosos mantras:

“A diferença entre o sonho e a realidade é a quantidade certa de tempo e trabalho.” (Mantra n.1)

“Concurso não se faz para passar, mas até passar.” (Mantra n.2)

“Concurso público: a dor é temporária; o cargo é para sempre.” (Mantra n.3)

“Se você tem um plano, vai acabar executando-o; se você não tem um plano, o executado é você.” (Mantra n.4)

“A vitória se alcança com a conjugação e equilíbrio da mente com o corpo.” (Mantra n.5)

“Não há felicidade delivery, você precisa ir buscá-la dentro de si mesmo e nas escolhas que você faz.” (Mantra n.6)

“Estudar e fazer provas não é um obstáculo; estudar e fazer provas é um caminho.” [parafraseando Amyr Klink, que diz que “o mar não é um obstáculo, o mar é um caminho”] (Mantra n.7)

“Quem com concurseiros anda, em concursos passa.” (Mantra n.8)

“Hoje é um ótimo dia para se estar vivo!” (Mantra n.9)

“Se você tentar, poderá dar errado; se você não tentar nunca poderá dar certo. Se você tentar e não der certo, se for melhorando um dia dará.” (Mantra n.10)

“Não importa quão boa é sua desculpa, seria muito melhor não estragar seu sonho por causa dela.” [inspirado em citação de Alan Cooper, webdesigner] (Mantra n.11)

“O futuro é um pouco incerto, mas muito promissor” – Fontenele (Mantra n.12)

“Toda Terra Prometida tem um deserto antes” (Mantra n.13)

“O que é do homem, o bicho não come.” (Ditado popular) (Mantra n.14)

“As pessoas pensam no que não têm, no que nunca terão e perdem o que têm e o que poderiam ter se fossem à luta.” (Mantra n.15)

“Uma parte da vida é semeadura, outra é colheita. Nunca deixe de fazer os dois todos os dias.” (Mantra n.16)

“Uma pessoa mediana que imita o que fazem as pessoas de alta performance será, depois de algum tempo, alguém de alta performance.” (Mantra n.17)

Utilize a PNL para mudar seus comportamentos e promover ações que te levem até o seu grande objetivo: Passar em um Concurso Público.

Para finalizar, vivencie as frases acima, elas mudaram a minha vida de concurseiro e também vai mudar a sua.

MEU SEGREDO DE COMO PASSEI EM VÁRIOS CONCURSOS PÚBLICOS

Vamos começar esta postagem com uma coisa que você precisa entender: “A sua aprovação está ligada a quantidade de esforço que você colocará na sua preparação”.

A regra é muito simples, quanto mais você se esforça, mas rápido alcançará a aprovação. Contudo, seu esforço deve ser colocado no ligar certo, sob pena de perda de tempo e energia.

Por exemplo, das disciplinas que você tem que estudar:

Qual a aquela que você possui maior dificuldade?

Qual a disciplina que mais você reclama que não aprende?

Ninguém é excepcional em todas as disciplinas, então naquelas estamos abaixo da média, devemos investir uma quantidade bem maior de tempo e energia, mudar a estratégia de aprendizado e principalmente ter em mente que algo precisa ser feito.

No meu caso como concurseiro, meu grande calo sempre foi o Direito Administrativo, inclusive em simulados sempre me arrebentava, já deixei de ser aprovado no concurso público de Advogado da Petrobrás por causa de uma questão sobre o princípio da autotutela. Contudo, a partir deste fracasso eu disse: Basta, chega!!! Vou ser FODA em Direito Administrativo.

Bom, sabe o que fiz? Ao perceber que estava com dificuldade nesta disciplina, precisava mudar completamente a forma de como estudava tal matéria, foi então que resolvi ministrar aulas dela para amigos e como primeiro passo chamei todos para um aulão de Direito Administrativo na minha casa em um sábado.

Mas como assim Fábio??? Como você foi ministrar aula logo de uma disciplina que você não dominava???

Esta foi a forma que encontrei para me forçar a me especializar na disciplina que era meu grande temor nas provas. Posso dizer, foi um sucesso, pois me apaixonei tanto por Direito Administrativo que hoje sou professor de tal disciplina.

Não atentar para as pedras no seu caminho até a aprovação é um padrão cumum para os fracassados neste mundo dos concursos públicos.

Entenda, nós temos o poder de mudar as coisas, trata-se de uma habilidade humana incrível de fazer com que as coisas trabalhem a seu favor e não contra você.

Confesso que durante a semana preparatória para o aulão para meus amigos, me esforcei demais, estudei, preparei a aula, separei questões e apostilas, tudo isso criou uma nova forma de enxergar aquilo que para mim parecia impossível aprender.

Depois desta experiência, posso afirmar que a imersão em uma coisa que você tem dificuldade de aprendizado, faz com que você mude de “analfabeto” em uma disciplina para doutorado rapidamente, pois a partir daí passei a gabaritar todas as questões de Direito Administrativo.

Não estou dizendo que você deve dar aula sobre alguma coisa que você tem dificuldade, mas encontrar uma forma de mudar as coisas, largar aquela corrente que te leva para longe da aprovação, não deixar com que uma única disciplina te coloque na posição 5.508, mude de estratégia para aquelas disciplinas que você tem maior dificuldade.

Aprenda apenas uma coisa com esta postagem:

Todo grande sucesso está relacionado com a ação de mudança. Não cometa sempre os mesmos erros. Isso é burrice!!!

Confesso que, me desculpe a expressão, tenho nojo do famoso Mi Mi Mi, não fique jogando para a sua mente pensamentos de limitações como fazem atualmente a maioria das pessoas, não existem limitações para o aprendizado, você é capaz de se especializar em qualquer coisa que queira, basta agir e agora. Posso afirmar isso, pois consegui vencer as disciplinas e assuntos que mais tinha dificuldade e com isso alcançar a aprovação em vários concursos e provas.

Me recordo de um assunto, altamente complexo chamado Teoria do Crime em Direito Penal, pois se trata de um dos assuntos mais cobrados em concursos de carreira policial. Pensando em potencializar meus estudos, adquiri o livro do professor Rogério Sanches e praticamente “comi seu livro”, pois estudei os mínimos detalhes de todo ele, depois disso passei a gabaritar qualquer questão ligada ao tema.

Conheço alunos que ficam diariamente falando que tem dificuldade em tal disciplina, que na prova vão entregar para Deus ou para sorte, muitos em aulas presenciais, costumam faltar no dias das disciplinas que não gostam. Coitados, são verdadeiros “concurseiros suicidas“, pois já estão reprovados, antes mesmo de fazer a prova.

Pelo amor de Deus, não façam isso, nunca fiquem falando que nunca vão aprender tal disciplina ou assunto, vocês não imaginam o quanto isso é prejudicial para sua aprovação.

Meus amigos concurseiros é a sua capacidade de agir que mudará seus resultados. Continuar o mesmo, produzirá os mesmos resultados.

Meu maior exemplo de vida em relação ao tema desta postagem é Thomás Edison, pois fez mais de 1.000 experimentos infrutíferos durante longos anos.  

Um dia, um dos seus auxiliares, desanimado com tantos fracassos, sugeriu a Edison que desistisse de futuras tentativas, porque, depois de 700 tentativas, não havia avançado um só passo. Ao que ele respondeu:

“O quê? Não avançamos um só passo? Avançamos 700 passos rumo ao êxito final! Sabemos de 700 coisas que não deram certo! Estamos para além de 700 ilusões que mantínhamos anos atrás e que hoje não nos iludem mais. E a isso você chama perda de tempo?”.

Esse homem estava habituado a pensar positivamente. Este é segredo dos seus estupendos triunfos. Por isso, finalmente, em 1879, aos 32 anos, Edison concluiu a invenção da lâmpada elétrica, depois de realizar 1.200 tentativas.

Quando um concurseiro percebe que pode mudar as coisas, que pode aprender com erros e superar limitações, nenhum concurso público se torna impossível, pois não deixará que nenhuma disciplina seja seu obstáculo, geralmente este tipo de concurseiro passa em vários concursos públicos.

Eu mesmo reprovei em vários concursos, mas confesso que o que mais me abalou foi o da Polícia Civil do Amazonas no ano de 2001, pois sempre foi meu sonho ser policial. Chorei, me revoltei, mas fiz uma análise dos pontos que me reprovaram, então me especializei nas disciplinas com maior abrangência (peso) e em 2009 veio a recompensa: aprovação no concurso público para Delegado de Polícia Civil do Amazonas. Agradeço muito a Deus pela reprovação em 2001, pois nunca seria Delegado sem a mesma.

Um grande case de sucesso que se assemelha muito com a minha trajetória, é o caminho de percorrido por um aluno, hoje grande amigo e professor, que começou do zero a estudar para concursos públicos, moleque se esforçou, captou todas as dicas e orientações dos professores, procurou formas de potencializar seus estudos, principalmente nas disciplinas em que tinha maior dificuldade, alcançando o seguinte resultado: aprovação em 4 concursos públicos para Delegado de Polícia, sendo um deles Delegado da Polícia Federal/2018. Sugiro inclusive seguir o instagram deste fenômeno no perfil @professorvictormotta.

Tenho outro aluno chamado Ronan, residente na área rural do interior de Minas Gerais, que com muito esforço e dedicação conseguiu resultados surpreendentes apenas assistindo várias vezes vídeoaulas de assuntos que tinha maior dificuldade. Ronan é o tipo de pessoa que não reclama de nada, apenas agradece a Deus pelas oportunidades que apareceram em sua vida. Sua primeira recompensa por procurar superar as dificuldades, foi a aprovação no concurso da guarda municipal da sua cidade, entretanto, seu grande sonho é ser Policial Rodoviário Federal, objetivo que não tenho dúvida alguma que um dia vai ser alcançado, pois para ele não existem obstáculos e limitações.

Esta estratégia de focar naquilo que mais temos dificuldade é a estratégia perfeita, pois as disciplinas que mais temos maior afinidade aprendemos de forma simples e descomplicada, mas aquelas complicadas geralmente somos travados e medrosos.

As dicas para que você tenha um salto de produtividade são apenas duas:

ACREDITE que você PODE mudar as coisas.

ACREDITE que você VAI mudar as coisas.

Todos podemos liberar a magia que existem dentro de nós, não importa sua condição pessoal ou financeira, você só tem que aprender como mudar, procurar estratégias para vencer obstáculos. Faça isso que o sucesso estará garantido.

Pronto, apenas pelo fato de entender e aplicar as duas afirmações acima você será imbatível. Anote tais frases em um local que você possa visualizar a todo instante e nunca esqueça que não existe limites, você pode aprender tudo que quiser, basta se esforçar.

Finalizo esta postagem com as seguintes perguntas:

Qual a(s) disciplina(s) que mais você sente dificuldade de aprendizado?

O que você vai fazer para mudar isso? Liste todos os passos.

Qual o primeiro passo que você vai dar para mudar esta situação? Quando você fará isso?

Quando você espera ser o melhor em tal disciplina?

Sobre o Autor

Fábio Silva

  • Delegado de Polícia Civil
  • Ex-Servidor de tribunais
  • Coach Professional pela Sociedade Latinoamericana de Coaching
  • Palestrante de Como Estudar para Concursos Públicos
  • Professor de Direito Constitucional e Administrativo
  • Autor dos livros da série Seja Foda em Direito Constitucional
  • CEO do Sou Concurseiro e Vou Passar – Maior curso preparatório da Região Norte.

Frase para ser anotada como meta para leitura diária

“Para cada esforço disciplinado, há múltiplas recompensas.”

ME DÊ APENAS ALGUNS MINUTOS DE LEITURA E EU FAREI VOCÊ SER APROVADO EM 2019

Na minha época como concurseiro, chegou um momento, depois de várias reprovações, resolvi utilizar um método próprio, que já nos primeiros concursos resultou na minha primeira aprovação.

Mesmo concursado, não me acomodei, continuei aplicando a mesma metodologia e logrei aprovação no Tribunal de Justiça do Amazonas, para o cargo de analista e logo depois para Delegado de Polícia Civil do Amazonas.

Bom, para explicar esta metodologia, tenho este diálogo como divisor de águas, pois foi com ele que tudo mudou na minha vida de concurseiro:

Alice: Você poderia me dizer, por favor, qual o caminho devo seguir?

Gato que sorri: Depende muito de onde você que chegar.

Alice: Não me importa muito onde…

Gato que sorri: Nesse caso, não faz diferença alguma qual caminho seguir.

No meu caso, descobri o que daria sentido para minha vida: Ser Delegado de Polícia.

Quando você descobre sua motivação tudo fica mais fácil, não é a toa, que mesmo sendo nomeado e começar a trabalhar em orgãos incríveis como TRT e TJ/AM, continuei estudando, pois o ponto final ainda não tinha sido alcançado.

  • Qual seu ponto final nos concursos públicos?
  • Qual o orgão você deseja trabalhar todos os dias com um prazer incrível?

Hoje como professor há mais de 10 anos, encontro muitos concurseiros neste mundo dos concursos públicos sem saber responder as perguntas acima, geralmente respondem: Qualquer um com bom salário.

Procure as respostas para as perguntas acima que você encontrará a força que tanto procura.

Outro problema é a falta de metodologia de estudos, apenas estudam por estudar.

Quero propor com este meu método que você alcance o chamado alto-desempenho (Concurseiros que alcançam o número de vagas de um edital).

No estudo para concursos você deve ter evolução e principalmente visualizar constantemente seu progresso, se você não faz isso você está perdendo tempo, pois não chegará nem perto dos primeiros lugares.

Então você decide:

  • Opção 1: Continuar o mesmo.
  • Opção 2: Mudar a forma de estudar para um método testado e comprovado por mim e por vários de meus ex-alunos, pois hoje todos são concursados.

Caso tenha escolhido a opção 2, você precisa saber diferenciar OBJETIVOS e METAS.

Diferença entre Objetivos e Metas

Objetivos: são seu alvo, algo mais amplo, aberto, sendo seu ponto final para aquilo que você tanto deseja conquistar. Tal objetivo deve ser delimitado de acordo com a sua motivação (falaremos sobre isso em outra postagem). Exemplos de Objetivos (Escolha um e viva com ele):

  • Concurso de Carreira Policial
  • Concurso de Carreira Tribunais
  • Concurso de Carreira Ministérios Públicos
  • Concurso de Carreira da Saúde
  • Concurso de Carreira Fiscal
  • Concurso de Carreira Ministérios, Secretarias Estaduais e Municipais e demais orgãos.
  • Concursos de Carreira Militar

Concurseiro que não define seu objetivo nesta vida de concursos, eu chamo de “concurseiro kamikase”, pois atira para todos os lados. Geralmentr este tipo de concurseiro demora um tempo considerável para alcançar a aprovação, mas a maioria desiste no meio do caminho.

Já aquele que definiu seu grande objetivo, costumo chamar de “concurseiro sniper”, pois vai dar tiros certeiros e geralmente alcançam a aprovação de forma mais rápida. Conheço vários alunos com este perfil, são pessoas altamente focadas e determinadas.

Metas: são os degraus para se chegar ao objetivo, trata-se da especificação de como e quando você alcançará o alvo. As metas devem ser medidas e auditadas, pois caso você não faça tal avaliação, não saberá se estará no caminho correto rumo ao objetivo.

Depois de definido seu objetivo, devemos criar ações auditáveis (Metas), por exemplo:

Exemplo: Você tem como objetivo a aprovação no cargo de Assistente Técnico do Tribunal de Justica do Amazonas com as disciplinas Português, Informática, Raciocínio Lógico, Constitucional, Administrativo, Civil e Legislação Institucional do TJ/AM.

Meta para 2 Semanas de Estudos + Verificação Final

Sua meta deverá ser fechar tópico por tópico de cada disciplina e sempre fazer a verificação do que foi estudado. Esta regra (Estudo + Avaliação) não pode ser violada, sob pena de estar comentendo o erro que todos cometem, gerando o resultado que a maioria alcança, ou seja, muito longe do número de vagas.

Tenha como parâmetro para saber se você está no caminho certo o índice de 70% em simulado que você deve elaborar com todos os assuntos e disciplinas estudados nestas duas semanas.

Seu ponta pé inicial para a primeira e segunda semanas conforme nosso exemplo serão os seguintes assuntos:

  1. Português: Interpretação de textos
  2. Informática: Hardware
  3. Raciocínio Lógico: Associações Lógicas
  4. Penal: Princípios do Direito Penal
  5. Processo Penal: Princípioa do Processo Penal
  6. Administrativo: Princípios do Direito Administrativo
  7. Constitucional: Princípios Fundamentais
  8. Legislação Especial: Lei de Crimes Hediondos

Ao final da segunda semana, preferencialmente no domingo, fechando os conteúdos acima através de resumos e resolução de questões, resolva um simulado com 80 questões e avalie a sua porcentagem de acertos por disciplina. Por exemplo, se em Português você acertou 7 questões das 10 questões selecionadas, então você atingiu os 70% estipulados, portanto, nesta disciplina você está apto a prosseguir nos demais assuntos para a próxima semana.

Agora em Direito Administrativo você acertou apenas 3 questões do total de 10 questões, ou seja, desempenho péssimo de 30%, neste caso você deve retornar aos estudos dos assuntos desta disciplina e não avançar enquanto não atingir o índice de 70%.

E assim será a sua vida de concurseiro:

  1. Estude
  1. Avalie
  1. Avançe ou Retorne

No meu caso, durante a minha preparação para o cargo de Analista do Tribunal de Justiça, estipulei como meta 70% para cada um das dezenas de simulados que resolvia. Já perto da prova, atingia facilmente este índice, sendo que na prova alcancei 89% de acertos, resultado: Aprovação nas primeiras colocações.

A regra é muito simples, estude o conteúdo, sempre se preparando para o simulado, posteriormente, selecione e resolva 10 questões e analise se atingiu o índice estipulado.

Indico um site perfeito para elaboração de simulados de forma automática: http://www.tecconcursos.com.br

Nele você coloca como filtro a disciplina, o assunto, a área de atuação e seleciona o número de questões, pronto, a plataforma selecionará um simulado para você.

Basta concluir os assuntos com a metodologia acima de forma constante que eu garanto que você alcançará a tão sonhada aprovação.

Desafio

Vamos testar esta metodologia nestas duas próximas semanas? Depois comente nesta postagem como foi seu rendimento e o que você achou desta técnica.

Perguntas

Qualquer dúvida comente nesta postagem que terei o maior prazer em ajudar.

Leitores mais engajados estarão sendo observados e selecionados para um grupo seleto de concurseiros que serão convidados para um grande projeto.

Sobre o Autor

Fábio Silva

  • Delegado de Polícia Civil
  • Ex-Servidor TRT e TJ/AM
  • Coach Professional pela Sociedade Latinoamericana de Coaching
  • Palestrante de Como Estudar para Concursos Públicos
  • Professor de Direito Constitucional e Administrativo
  • Autor dos livros da série Seja Foda em Direito Constitucional
  • CEO do Sou Concurseiro e Vou Passar – Maior curso preparatório da Região Norte.